27 novembro 2009

Orden(h)ados

"Penedos ganha 46 mil euros mensais na REN" in IOL Diário

José Penedos ganha 46.000 € mensais... Só me ocorre uma palavra: FUUOOOODDDD...

Porquê José Penedos ganha 46.000 € mensais? Quanta gente ele salva? Quantas pessoas ele ajuda? O quê ele inventa? O quê cria? O quê muda? Quem beneficia com seu trabalho? O quê catso, afinal, faz este homem para merecer 46.0
00 € por mês?
Está tudo doido? Se este fulano recebe esta dinheirama toda, porquê, em nome de um deus qualquer, foi-se deixar corromper (segundo as más línguas)? A sua vida não prestava? Vivia no tédio? Queria testar o sistema?
Como pode alguém, que está suspenso de funções numa empresa, manter o salário? Como pode uma empresa sustentar uma situação destas? Se eu for suspenso de funções na minha "empresa pública", posso manter meu salário?
Com esse dinheiro, pagaria o salário de todos os médico e enfermeiros do meu centro de saúde! Pagaria, talvez, o corpo docente de uma escola pública ou, quem sabe, os funcionários de uma sucursal da própria REN!

Se o Penedos ganha 46.000 € (de tanto repetir o valor, já tenho a tecla do 0 gasta), quanto ganharão os outros parasitas gestores de empresas públicas? Quanto ganhará o Fernando Pinto? E o António Mexia? E o Faria de Oliveira? Quanto ganharão estes trabalhadores calejados? Quanto auferirão pelo seu trabalho árduo? E será suficiente? Será justo pela grande (falta) de responsabilidade destes homens? Porquê raios mantemos estas empresas públicas? O quê ganhamos com isso?

Já nem vou falar das reformas...


E eles

6 comentários :

Francisco Vieira disse...

Pouca vergonha! Mas sao esses e outros xulos que falam em congelar os salarios minimos, nao sao? Cambada!
Boa noite Cat

Cirrus disse...

Eh pá, é simples perceber porque é que esta gentalha ganha este dinheirão! O Penedos não é BOY? E a REN não tem JOBS? Então, dois mais dois são cinco e é JOBS FOR THE BOYS!

Gravepisser disse...

O Cirrus já disse tudo, o jobs for the boys irá sempre imperar em países onde reina a corrupção, paíse como Portugal onde a trafulhice é lei, e onde os que trabalham ficam a chuchar no dedo, pois só quem tem aptidões semelhantes às desse senhor pode safar-se, impunemente (senão verás qual será o desfecho do julgamento, isto se entretanto não vier para a rua, que é o mais certo)!

Sahaisis disse...

vidinha boa...ai mãezinha...porque é que ao invés de escolhermos estes trabalhos ordinários e desgastantes que escolhemos, não fomos para xulos-pseudo-gestores?

forteifeio disse...

O homem farta-se de trabalhar só ganha 46000 e depois ainda tem de fazer uns biscates.

Paula disse...

vida boa, ordenado bom e depois da no que da... por me enganar em 10€ na declaraçao de irs tive as finanças a perna lol