31 dezembro 2007

Ano Novo e terceiro sentido

Os desejos de "bom ano novo" alteram-se com a personalidade e/ou profissões das pessoas. Por Exemplo:
Terrorista: "Desejo um BUM ...ano novo"
Proctologista: " A todos um bom ânus novo"
Chocólatra: " Desejo um bom-bom ano novo"
Tarado: "Para todos um Bumbum ano novo"
Homem sexual: "Desejo um bom ânus... ouviram? Um bom ânus!"

Catsone: A todos um excelente ano novo!

Desejo de Ano Novo

Por ser último dia de 2007, tenho que fazer um desejo para o ano que chega.
Como costumo (ou não) ser humilde nos pedidos que faço, não fugirei à regra.
Desejo que o Sr. Ministro da Saúde parta uma perna, a caçar no meio da mata, há cerca de 60 km do serviço de urgência mais próximo e de preferência numa região montanhosa de Trás-os-Montes. Pode ser?

27 dezembro 2007

Agora é que está tudo fo#$#%!!!

Como se não bastasse a pobreza, o fundamentalismo, o fanatismo religioso (redundância?), os problemas com o ocidente e com os vizinhos e a possibilidade de uma guerra iminente, ainda foram contratar o Artur Jorge???
Isso é pior que a guerra... ou talvez não... ou, quem sabe, talvez...

24 dezembro 2007

Isto não é um filme de natal!

Depois dizem que existe guerra no Iraque...

21 dezembro 2007

Eu também já vi!

Afinal existem mesmo! Aquelas cenas do "Portugal no seu melhor" andam por aí; e fiquei tão feliz e espantado de ver uma "ao vivo"!
Ei-la:

Parece que o raio do poste de electricidade não se desviou nem um centímetro, o raio. Solução: construir envolvendo-o na arquitectura.
(Mas ainda têm que pagar a conta da luz!)

20 dezembro 2007

Elogio insultuoso

"Epá, tu és inteligente como a merda!!!"
Então? Em que é que ficamos?

18 dezembro 2007

Piada desértica, o maldito regresso

Um amigo meu foi à Rep. Checa, mas gostou mesmo foi da Alemanha: "...lá as miúdas são todas pré-checas..."

Tecnologia perigosa

'Tá aqui um telemóvel perigoso:
Motorola K1

17 dezembro 2007

Futebolês

Na TSF "... fulano vem com a bola e tem a disposição um jogador aberto no canto..."
Apanhei um susto mas fiquei aliviado, ainda bem que não era um jogador aberto ao meio!!!

12 dezembro 2007

Chinesices

Escrevi outro dia sobre a alegria de comprar uma impressora sem cabo para ligá-la ao pc.
Pois bem, passados uns dias (?) fui comprar um cabo a uma loja dos chineses.
Devo dizer que é uma aventura.
Primeiro tive que evitar todos os orientais que queriam me sedar com clorofórmio para que pudessem roubar um dos meus lindos e funcionantes "rinses".
Depois, evitei a tentação de comprar coisas que serviam para tudo sem que servissem efectivamente para alguma coisa, tipo um aparador dos pelos do nariz e ouvidos, ou um conjunto de 20 USB's para ligar um aquecedor de chávenas ao pc...
Ainda, para chegar mais próximo do que queria, tive que desviar de 20 senhoras que entupiam o corredor e tentavam aproveitar as vantagens financeiras de bugigangas feitas no oeste obscuro da China.
Finalmente cheguei à prateleira pretendida. Encontrei vários tipos de cabos, extensão USB, extensão de teclado, extensão disto, daquilo e daquilo outro. O interessante foi constatar que todas as embalagens diziam exactamente o mesmo: "Extensão de Teclado". Até podia trazer uma tomada tripla lá dentro, não importava, passava a ser extensão de teclado.
Pensei, olhei, reflecti e comprei o cabo. Aqui está ele:

Fui para casa todo satisfeito. Pensava "viva o povo chinês, que trabalha em prol do consumidor, fabricando coisas boas a bons preços. Sim senhor, eu queria era ser chinês!".
Cheguei a casa e obviamente o cabo não funcionava...
Passei a ser aquele tanque na praça Tiananmen.

07 dezembro 2007

Africa minha!

Desculpem lá a imagem, mas é mais ou menos assim que vejo (ou talvez não) esta cimeira UE-África!

Mais profetas!

- José Miguel Júdice: novo Bastonário da Ordem dos Advogados "vai dar cabo da profissão" - Público

Pois, como se isso fosse difícil...

Mediumtontisses!

Embebido no espírito de natal, o amigo Cu deu-me permissão para utilizar estas pérolas neste cantinho, bem haja grandíssimo Cu!
Bem, não pude deixar de compartilhar, com aqueles que se perdem por aqui, estes dois...hum... imbecis? Pode ser? ok, então, estes dois... vi dentes, mediuntados, ou o catso que os lixem!
Eis o 1º:

Fernão de Magalhães, já no séc. XV, circum-navegou pela 1ª vez o mundo. Naquela altura foi algo extraordinário.
Não sei se este Magalhães é descendente daquele, mas o que ele "diz" ser capaz não deixa, também, de ser extraordinário, bem, neste caso será: extra-ordinário.
Como o navegador, este Magalhães almeja assistir a todo o mundo com sua caridade, mas para isso precisa da colaboração dos que vivem no Brasil e lhe possam da, desculpem, DOAR algum pilim. O real está a valer uma fortuna.
Como diria um homossexual: "é dando que se recebe", e Magalhães quer dar tudo o que primeiro quer que lhe dêem.
Fiquei estúpido de facto com o cu ridículo, ops, curriculum deste homem: engenheiro (colega do Sócrates?), matemático, psicólogo, filosofo, sociólogo, fisiologista (?), Prof. Universitário, etc, etc, e muito mais!
Meus caros Amigos, olhemos agora (se conseguirmos) de forma séria para a fotografia ao lado...
Pergunta: muito mais o quê? O que pode mais, um homem que afirma fazer tudo isto , ser ou fazer?
Resposta: aldrabão, impostor, charlatão, pescador, intrujão, pantomineiro e político.
Diz que descobriu a quarta parte da mente. Isso é mesmo verdade: mente, e muito!
Fernão Magalhães circum-navegou, este Magalhães não é navegador: ficou-se pelo circo!

E o que dizer deste Cromo?
Só coisas boas: ex-travesti, ex-presidiário, ex-bruxo, ex-tudo, dass, este gajo não se contenta com nada?
O ex-portador do vírus é fácil de explicar: tinha-o no bolso e perdeu-o em algum lugar, só pode.
Mas depois de tudo isso, fiquei muito mais impressionado com a esposa, pois, se não tinha útero e depois, como que por milagre, lhe brotou um novinho em folha, eu, definitivamente, preferia conhecê-la em detrimento deste fulano.
Que porra de milagre pode ser recebido das mãos deste homem? Espero que pelo menos ele as lave primeiro!!!

Vejam também outro texto no blog Cu do Mundo!

06 dezembro 2007

Triste África

Aí está ela: a cimeira Europa-África. Logo aí já começa a falhar. Porquê não se chama cimeira África-Europa? Até por ordem alfabética faz mais sentido! Bando de racistas!
Em frente.
Esta cimeira está a suscitar enorme expectativa.
Por exemplo, o PNR está excitadíssimo com esta cimeira. O Neo-nazi-racista Mário Machado está radiante com a possibilidade de desancar em mais alguns africanos: "baixos, altos, magros, gordos, mais ou menos pretos, eu tenho o que é preciso: taco de baseboll, pistolas, gás pimenta...".
Entretanto, de África vêm vários democratas demonstrar o quão abertas são as suas governações. Temos o Presidente da Líbia, Muammar Kadafi, que, para demonstrar o seu desapego às coisas materiais, recebe os seus convidados em tendas; puro gesto de humildade.
Do Zimbábue vem o presidente Robert Mugabe, que por ser um excelente contador de ditos populares, é considerado o maior ditador de África.
De Angola chega o milionário presidente José Eduardo dos Santos, que vem ensinar o Joe Berardo a falar Português.
Mas muito mais, temos extremistas ruandeses, guerrilheiros sudaneses, tiranos etíopes, déspotas nigerianos, opressores do Chade... escolham os vossos piores. Parece quase imposição ter um ignóbil à frente do governo para ser um típico governo africano.
Da Europa estão os melhores valores, a começar pelo projecto a ditadorzito, José Sócrates, e o representante da globalizadora UE, Durão Barroso. Cheios de boas intenções, os nossos amigos.
Estes senhores, obviamente, estão reunidos para defender os interesses dos seus povos como a erradicação da fome, a cessação das inúmeras guerras, o término da destruição da fauna e flora, a eliminação da pobreza extrema, a liberdade de expressão e a erradicação das doenças... esperem, hum... talvez não seja bem isso...???... há, pois, estão para discutir matérias primas, diamantes, petróleo, armas... sim, claro... investimentos, trocas de favores, influências... tudo bons propósitos. Tão amigos os europeus, tentam sempre cuidar bem das ex-colónias, talvez até queiram voltar a explorá-las novamente, quem sabe?
Triste África, tão mal governada, tão sofrida e ignorada...
Triste Europa, tal mal governada, tão hipócrita e interesseira...
A cereja seria a participação dos EUA nesta cimeira, isso é que era super!

04 dezembro 2007

Nome esquisito

Ao jantar:
Esposa: Acho que o nosso vizinho chama-se Mário.
Eu: Pelo que a mulher tá sempre a chamá-lo, acho que o nome dele é Cabrão!

03 dezembro 2007

Parabéns Venezuela!!!

Eles gostam é da dita dura!!!






"- ¡Te lo tomaste para el culo, yo creo!
- ¡Joder!"

02 dezembro 2007

Ode à águia ferida

Ó águia, ave ferida,
Porquê jazes no chão?
Porquê não estás erguida
Com teu ar campeão?
Será por teres sido batida
Pelo grande Dragão?
Por ter sido invadida
Pelos que não têm perdão?


Tu, águia, dizes-te imperial,
Nobre membro da monarquia.
Mas não existe em Portugal
Quem nos dê mais alegria
Que o nosso Reicardo, fenomenal,
A fazer truques de magia.
Tornando-te em nada, banal,
Figura de melancolia.


Águia, dizes-te a melhor do mundo.
Não pensas em ser modesta.
Mas, em apenas um segundo,
Com a pouca força que te resta,
Cais como um moribundo
Aos pés dos que detestas.
Bates rapidamente no fundo
Enquanto nós fazemos a festa.


Ó águia, pobre ave de rapina,
Elevas-te no ar destemida,
Mas de forma repentina,
Viste-te novamente remetida
À tua tristonha sina:
Ser novamente, facilmente, vencida!

01 dezembro 2007

Impressionante

Hoje arrisquei-me e fui ao Continente (passe a publicidade) adquirir uma impressora.
Enfrentei uma fila de automóveis e descobri um lugar exíguo para enfiar o carro.
Lá me acotovelei com a multidão e fui escolher a dita impressora.
No meio do meio (redundância) milhão de modelos decidi-me por uma que considerei razoável. É bonita. É pequena. É da mesma marca que o meu computador. "Deve ser boa".
Olhei para a caixa e vi o conteúdo: tinteiros, cabos de electricidade, papel de fotografia, etc, etc...
Fui para a caixa da loja e esperei pelo meu lugar na imensa fila.
Relutantemente, paguei o que pediram.
Procurei o meu carro, que entretendo perdi no mar do estacionamento, com a caixa da impressora na mão.
Cheguei a casa excitado para montar a impressora.
"Ok, está ligada à electricidade. Já meti os tinteiros. 'Pera aí, onde está o cabo USB? Não está na caixa; não está no saco; não está dentro da impressora..."
Leio o manual: "conteúdo: tinteiro, papel, cd, impressora (?), cabo electricidade, cabo USB*"
"Deixa-me lá ver que asterisco é este:hum... pode estar incluído...". Mas que grandes F da P. "
Conclusão: o que era realmente necessário para que se ligue o pc à pêga da impressora a caixa não trazia!
Só de pensar que, tenho que voltar à loja para comprar a porcaria de um cabo USB e aguentar este espírito natalino todo aglomerado naquele espaço... fico com vontade de:

30 novembro 2007

Sim, claro...

"Governo garante que não haverá pressões para saber quem aderiu à greve" Público




"-Ó Sócrates, achas que ele fala alguma coisa?

29 novembro 2007

Meu vício V

Amigo: Ei, sempre vieste ter connosco!
Eu: Ya, tive liberdade condicional
Barman: Então o que vai tomar?
Eu: Pode ser um café
Amigo: Um café? Toma mas é alguma coisa com álcool
Eu: Ok. Quero um licor
Barman: De quê?
Eu: hum... pode ser um Tijuana.

Sem vaselina...


Espero, sinceramente, que o Jesualdo não consiga sentar-se hoje!

Thank you very much!



Quase ouço a minha voz na multidão!

26 novembro 2007

Prioridades trocadas

"Professora britânica presa no Sudão por chamar Mohammed a um ursinho de peluche" in Público

Isso pode valer até 3 meses de prisão. Governantes e religiosos sudaneses estão fulos da vida pelo "insulto".
E o responsável pelo sofrimento deste Mohammed sudanês, de que vai ser acusado? Como vai ser castigado?
Este Mohammed vai juntar-se rapidamente a Alá...

Mete nojo este fundamentalismo.
Bando de ursos!

25 novembro 2007

Meu vício IV

"-Amanhã de manhã, vou pedir um café pra nós dois... (Roberto Carlos)
- Cala-te e dorme que ainda são 2 da manhã!!!"

24 novembro 2007

Meu vício III

Jumento



"4-5-1, com três trincos, trocando um trinco por outro, ganhando por um da Arménia e empatando em casa (que sufoco!) a zero com a Finlândia!!!
E o BURRO sou eu?"

Puns Gigantes?

Foi em Setúbal. Foi em Loures.
Parece que em Portugal estamos com problema em segurar os gases.
(não foi sempre assim?)

23 novembro 2007

Meu vício II

"-Olá Catsone, bom dia!
- SÓ SE FOR PARA TI!!!
- Ainda não tomaste café hoje, pois não?
- MAS ÉS BRUXO Ó QUÊ?
-Anda daí, que pago-te um café.
-
'brigadinho, 'tava mesmo a precisar..."

Meu Vício I

"- Ó fod#-$#. Olha, já não há café!
- Já acabou. Vou deixar de comprar café aqui para casa.
- Ei, há formas mais directas de se pedir o divórcio!"

Deus nos livre!

"Tenho vontade de voltar a treinar em Portugal" - José Couceiro
(E não vou fazer piada com a frase do rei)

20 novembro 2007

Nem todas as Chaves abrem portas

Obviamente não podia deixar de comentar a presença do, intragável, presidente da Venezuela no nosso país.
Primeiro quero dizer que, se este país é de todos, cabe-me então um pequeno pedaço. Eu não convidei o Chaves para visitar Portugal. Ele, por minha parte, não é bem-vindo.
Porém, o indivíduo pulula pelos "caminhos de Portugal".
Uma conversa entre o nosso 1º e o sr presidente deve ser deveras interessante. O Chaves a falar do seu amor/ódio pelo Bush e o Sócrates: "Sabe, nosso défice é de 3%".
Uma pequena parte da conversa:
Chave - "Amigo, aquel perro americano, genocida, encarnación del diablo..."
Sócrate - "Quem?"
Chaves - " Bush, tio mierda!"
Sócrates - "Qual é o défice dele? Tem TGV? Senão não vale nada mesmo!"
Obcecados, dass!

No entanto, Sócrates tem muito a aprender com Chaves.
Um exemplo é a relação com os média: o nosso 1º tenta, por tudo, controlar os jornalistas da RTP; Chaves não tem só os jornalistas da estatal venezuelana nas mãos como também mandou fechar a maior televisão privada do país.
A TVI que se cuide!

"Viva la puta Revolución!!!"

Parafraseando o rei III




"¿ Porque no te callas?"

19 novembro 2007

Cheira à Lisboa!

Pessoas que passavam a frente da Assembleia da República dizem que, naquela zona, a greve da Valorsul não se fez notar: "Isto aqui sempre cheirou mal", disse mesmo um transeunte.
No entanto acumulam-se lixo e deputados, prontos a reciclar, à porta da instituição.
Entretanto, o PS defendeu hoje que a presença policial no aterro da Valorsul é necessária para repor a legalidade (Sol). Só a presença ou há também cacetetes? E cães? Hum, parece que vai haver mai imundície para por no aterro.
Isto tudo é uma vergonha.

Parafraseando o rei II




"
¿ Porque no se calla?"

18 novembro 2007

Parafraseando o rei










Também serve para este senhor:

"
¿ Porque no se calla?"

17 novembro 2007

Trocadilhos

Se

Tome

15 novembro 2007

Ao Bruno Nogueira

O humor é uma das arte mais difíceis de desenvolver. É muito difícil o consenso no humor, alguns gostam outros não. Na pintura, escultura, nas letras existem também os que gostam e os que criticam, mas na comédia as coisas são mais complexas.
O humor também é extremamente maleável, permitindo que se faça piada com praticamente tudo, desde as guerras até à igreja. No entanto, alguns temas não merecem gozação.
Durante muito tempo, apenas tivemos uns poucos bons comediantes como o Herman, a Ana Bola, a Maria Ruef, o José Pedro Gomes e mais alguns. Neste momento, "eclodem" talentos como o Markl, os Gatos, o Unas, Bruno Nogueira, etc, etc...
Como desperdiço 2 horas por dia a andar de carro, tenho hipótese de ouvir alguns programas de comédia no rádio. Um desses programas é da autoria do Bruno Nogueira.
O Bruno Nogueira é um dos melhores humoristas actuais. É acutilante, inteligente e...alto. Tem uma rubrica na TSF que já me fez rir a bandeiras despregadas. Porém, num dos seus textos, o Bruno tentou fazer humor com dos temas que mais me revoltam e entristecem: a fome em África.
Podem sempre dizer que é possível que se faça piadas de negrinhos macérrimos, que lutam por migalhas num campo enlameado do Chade ou Sudão, que fogem da guerra mas lutam para sobreviver. Sim, humor para meninos que gordos, ocidentais, se riam, enquanto mastigam Doritos®.
Não fui capaz de rir.
Confesso que não ouvi até ao fim, até poderia ter alguma crítica enfiada pelo meio, mas não encontro justificação para se brincar com algo deste género. Podemos criticar governos, mostrando-lhes quão ignorantes são, mostrando a eles uma simples/complexa imagem de um semelhante a morrer de fome.
Obviamente será muito difícil o Bruno ter acesso a esta crítica, feita num obscuro blog da internet. No entanto, se a lesse, e como já referi, o inteligente humorista perceberia onde quero chegar.
Continua o bom trabalho que fazes, mas cuidado com alguns temas.

"O Artista é um bom artista. Não havia necessidade" Diácono Remédios

Lema do obstipado

"Existem coisas boas na vida, como o amor e a amizade. Mas, por vezes, nada é comparável ao doce libertar das necessidades"

09 novembro 2007

Viva a média

Dra. - ... e portanto, é isto a estatística.
Eu - Desculpe lá, xôtora, podia explicar novamente essas últimas definições?
Dra. - Bem, a média todos sabem, em relação a ##"%&%&/( e €@$%&&/, vocês devem fazer ?!"!#%$;:__=. Não se esquecer que #$%&$"(/) não é igual a ##"&/((=? e que ""#!&/%= é sempre > que "!|::LOT/&(. Certo?
Eu - Ok. Mas poderia por esses termos de forma mais simples? Desculpe lá.
Dra. - Certo, vamos lá. A média é o valor médio de uma distribuição, já a £{§[€}}]£(( é a #$G/(&D$% X %$)»«»&%$. O valor X é $%#$% e nunca > que "#$(/=?.
Eu - Olhe, não querendo ser chato, pode falar como se fosse para um miúdo do 4º ano?
Dra. - Puff! Vamos lá tentar. Média já sabemos, agora o valor !(&%#&$ é $%"& de "#$%$"gGW%$& e nunca > a SDRE%+/ porque //989# não é #$%). OK?
Eu - Este trabalho pode ter apenas médias?
Dra. - Sim, pode.
Eu - Ok. (suspiro de alívio)

07 novembro 2007

Desafino

Foi-me pedido gentilmente, pela mik@, para aceitar um desafio: escrever 5 frases absolutamente irreais e em seguida passar a 5 outras pessoas.
Então aí vão:

1- No próximo fds vou ver o jogo do Benfas no estádio da luz;
2- Tenho o último do Tony Carreira mas prefiro o do filhote;
3- Pornografia? Eu???
4- Meu sonho era ser político.
5-Vou passar este desafio a outros 5 gajos.

Já está.

Escrevam-me... mas pouco!

Foi com grande alegria que recebi uma carta da GNR. É sempre bom quando nossos amigos das forças de segurança resolvem nos escrever. Pena que foi para pedir dinheiro!
Uma multa.
Para que servem as multas? Será que servem para educar os condutores? Será que servem para fazer com que se diminua a sinistralidade nas estradas? Porque será?
A meu ver, penso que a multa que recebi serviu para que pudesse relembrar todos os nomes ou palavras relacionadas com genitais masculinos. Lembrei-me das mães dos que me multaram, e não foi com carinho. Lembrei-me de tudo, menos de andar devagar ou de melhorar o comportamento nas estradas.
Eu nem sou de pisar muito, mas confesso que às vezes...
Numa dessas vezes tiraram uma bela foto do rabo amarelo do meu carro. Pena não ter tido tempo de lhes fazer um belo gesto com o dedo médio de qualquer das minhas 2 mãos... mas 'tava a conduzir.
Hoje, como represália a mim mesmo, resolvi cumprir o código (quase) à risca.
Seca, tédio, marasmo. Foi o que fui a pensar ao longo da longa viagem de hora e meia. No entanto percebi que não encontrava muitos camiões à minha frente, talvez pelo facto de eles andarem a uma maior velocidade que o meu popó.
Num curto troço de autoestrada que percorri encontrei um acelera. Ia eu a 120Km/h, no limite do for-de-jogo automóvel, mas um fulano resolveu colar-se à minha (do carro) traseira. Depois de me ultrapassar resolveu fazer sinais com as mão, aos quais respondi também (e não foram acenos); tudo muito cordial, portanto. Na saída da autoestrada, lá estava o imbecil na fila para pagar, e eu a passar alegremente pela via verde. não sei porque lembrei-me Jean de La Fontaine.
No fim da viagem reparei que, afinal, tinha demorado mais ou menos o mesmo tempo para fazer o trajecto. Não que queira dar razão aos fulanos do radar, mas talvez um pouco mais de paciência poupava-me uns cobres.
Ainda só tenho o aviso dos correios para levantar a multa, mas não sei porque não tenho muita vontade de ler o que os meus amigos da guarda têm a me dizer.

02 novembro 2007

Acrescento à língua portuguesa

coxo


do Lat. coxu

adj.,
que coxeia ou manqueja;
manco;
Brasil,
capenga;
fig.,
não completo;
diz-se de qualquer objecto a que falta um pé ou uma perna;
s. m.,
pessoa que coxeia;
Beira, Trás-os-Montes,
animal peçonhento;
erupção na pele produzida por animal peçonhento.

verso -: o que não tem o número preciso de sílabas.

Nova definição: Eu a jogar à bola!!!

Está tudo com o cu rompido!

O texto abaixo contém linguagem obscena. Este blog não se responsabiliza pelo inconveniente que este tipo de linguagem possa causar ao leitor; no entanto, por se achar que a ocasião era deveras importante, a gerência considerou abrir esta excepção e transcrever o que se segue:

"Ontem deu-se a estreia do filme português do ânus, ou melhor, do ano.
Foi com apalpanço, desculpem, pompa e circunstância que se vieram todos ao filme sobre a cu rompição em Portugal.
Todos os actores estiveram presentes à abertura das pernas, perdão, das portas para não perderem nádegas, hum... nada do filme.
Perguntada sobre o que achava da fita, Carolina Salgado respondeu:
"- Vim-me muitas vezes às lágrimas durante o filme. É muito realista, principalmente porque a actriz que faz de mim aparece muitas vezes de joelhos ou de costas, tal como eu fazia na vida real."
Ao ser perguntada se sentia nostalgia ao ver o filme chamou um assistente para que explicasse o que significava nostalgia e então respondeu:
"- Sinto saudades dos meus tempos de calor da noite. Era um tempo em que eu era reconhecida pelo que fazia e pagavam-me bem."
Quando lhe perguntaram se estava preocupada com a possibilidade de ser processada pelos crimes que desvenda no livro, a puta, peço desculpa, a pura senhora disse:
"-Supunhetemos que isso não passe de invaginação minha, neste país não há problema. Se me há-cu-sarem eu faço um broche ao juiz igual aos que minha avó, artesã, fazia."
Niculau Breyner também marcou presença, ele que tão bem interpreta um cu rompido na peni... película. Dizia estar muito feliz porque finalmente representava um papel importante e gostou imenso das cenas em que era obrigado a libertar gases: "foi a primeira vez que não tive de pedir desculpas por me peidar!" e deu uma gostosa gargalhada! Realmente uma interputação de mestre, vai-lhe valer uma nomeação para o oscar(alho)
Enquanto isso o realizador do filme não assina a pelugem, ou melhor, a película, por considerar que foi falta de bom gosto a forma como lhe montaram... o filme. Mas é sabido que, em questões de bom gosto, o mesmo realizador é um pouco esquisito.
Por favor vão ao cinema ver esta obrada. É muito importante que vocês gastem os vossos 5€ nesta merda, desculpem, mercadoria."
Da coluna de cutura do 25 Horas


Viva o bom cinema português!!!

Utopia ou sexo depois dos 60

Fiz um intervalo no trabalho e fui ao café, ou melhor, a uma pastelaria.
Pedi um café e um folhado qualquer e sentei-me à frente da televisão que estava um pouco acima da minha mesa.
Enquanto saboreava o lanche ouvia a televisão em altos berros, aliás a dita ouvia-se em toda a loja.
À minha volta encontravam-se inúmeros idosos, uns a conversar, outros a ler jornais, a ver televisão ou simplesmente a passar o tempo.
De repente, ecoam pela pastelaria gemidos de prazer e num instante todos os olhos miram a cena na televisão: um casal a fazer o amor!
Eu quase que me engasgo e ... olho também.
Na pequena assistência via-se reprovação (nas senhoras) gozo e saudade (os senhores).
Reparei depois em olhares na minha direcção, como me acusando de algo que,por mais que quisesse, não teria condições, nem de pensar, naquele instante.
Engoli um grande pedaço do que sobrava do folhado, queimei a goela com o resto do café a ferver e fui-me. Nem olhei para trás!
Deve haver pouca coisa mais constrangedora do que ver cenas de sexo na companhia de sexa(?)genários. Aqueles sonhos de aparecer nu em pleno intervalo das aulas pareceram perder toda a importância!

23 outubro 2007

Começo do fim...


Agora é sempre a descer!

F#$% com energia!!!

Ontem fui às bombas da:
E ofereceram um cartão:
Obviamente que não aceitei.

21 outubro 2007

Bendito futebol!


O lóbi da igreja chega agora ao futebol!

Já se espera que o novo pavilhão do Fátima se encha de adeptos fervorosos na próxima mão!

Bancadas cheias para assistir os jogos do Fátima!!!

Quem tem um procurador assim nunca perde nada!

O nosso Procurador pode não ser joalheiro, mas faz colecção de pérolas:

Dito pelo Procurador Geral da República em entrevista ao semanário Sol:
"A violência contra as mulheres não me preocupa, preocupa-me a violência contra os idosos, pois esses não têm para onde ir!".
Sim Sr Procurador, as mulheres batidas por maridos latinos, bêbados e gordos como morsas encalhadas, têm para onde ir: hospital mais próximo. Não há problema, é só ir à polícia fazer queixa do bigodes de casa, a polícia, que na maior parte das vezes também é composta por machos latinos, vai tratar da ocorrência o mais rápido possível: 2 anos. enquanto isso vai-se fazendo colecções de cicatrizes e fracturas!

Olha mais uma:
" Era incapaz de matar um frango ou uma galinha - o que me satisfaz é caçar atirando de longe..."

Depois disso deixei de ler a entrevista, arriscava-me a ganhar uma "úrsula"!

TVI(gnóbil)

Ontem houve suspense, tragédia e muito, muito sangue na novela da TVI: a actriz principal estava menstruada!

17 outubro 2007

Ajuda-me morte!

Hoje se soube os resultados de um estudo sobre eutanásia. Foi perguntado a pessoas com mais de 65 anos que vivem em lares o que pensavam sobre eutanásia.

Eis algumas respostas:

"- O que pensa de Eutanásia?
- Ó meu amigo, pra mim tanto faz se o sr está na Ásia, ou na África ou no raios tá partam!"

"- O que conhece da Eutanásia?
- Olhe não conheço porque nunca tive oportunidade de lá ir."

"- O que pensa sobre Eutanásia?
- Já provei e sabe à uva!"

"- Já ouviu falar da Eutanásia?
- Já e ouvi dizer que é uma grande badalhoca que anda por aí!"

"- Já ouviu falar da Eutanásia?
- Acho que é uma cantora americana, não é?"

" - Sabe o que é Eutanásia?
-Não.
- É a morte medicamente assistida.
- Ah!
- Diga lá agora: sabe o que é Eutanásia?
- Hum...não, o que é?"

16 outubro 2007

Salve-se quem puder!!!

Rui Pereira na apresentação da nova pistola para as polícias
"Estão de parabéns todos os cidadãos" - Expresso

O ministro da administração interna tem o prazer de congratular o povo pela aquisição de milhares de novas armas à disposição do cidadão. Rui Pereira acha que assim Portugal ficará mais seguro.
Isto parece-me um paradoxo, senão vejamos: invaginemos o GNR da foto abaixo carregando uma arma daquelas no coldre

Vai ser bonito vai...
Além disso, o que pensa o Sr Ministro sobre aquilo que aprendemos quando somos canitos, tipo "violência gera violência", ou "dar a outra face" e merdas desse género? Parece que o Pereira é mais adepto do "amor com amor se paga" e do "bateu, levou!".
Vamos dar uma olhadita na foto da nova arma:


E agora noutra foto de uma brigada da GNR:


E nesta da PSP:

Pois é Sr Ministro, parece que estamos todos de parabéns. Como se não bastasse o povinho ter que lidar com os ladrões (políticos incluídos) e o aumento da violência, o sr nos brinda com mais uma preocupação.
Um viva ao Pereira!!!




Café eléctrico


A EDP, sempre a pensar no consumidor, vai aumentar o preço da electricidade, acima da inflação, em 2008.
"O preço irá aumentar em média 1€ por consumidor, o equivalente a 2 cafés", disse um responsável da empresa.
Parece que tudo é comparável ao preço do café neste país. Há gente, muita aliás, que não bebe café e que não faz a mínima ideia de quanto custa o hábito. Se comparassem tudo ao preço do tabaco eu não teria a menor noção de quanto custariam as coisas. Se tudo fosse medido em termos de bagaço eu não seria capaz de compreender.
Parece que agora vou pagar a "conta da luz" em grãos de café, o problema é que alguns gostam dele curto, outros gostam cheio, outros de descafeinado...

Festa dos bigodes

Scolari: «Eu e Murtosa somos como irmãos», Telejornal, RTP



E não é que até são parecidos?
Agora mais alguns integrantes da família:
- Dois primos lusos;



- Uma tia afastada

13 outubro 2007

Arte artística

Depois de lhe açoitarem, injuriarem, cuspirem, escravizarem, pregarem mãos e pés a uma cruz e o deixarem morrer agonizante, agora também lhe cortaram uma perna? Haja santa paciência!


12 outubro 2007

Quem disse que o povo não entende matemática?

Governo: "Déficit anual: 3%"
Povo: "Déficit mental:+ "

Liberdade para insultar

Scolari não vai sentar-se no banco neste Sábado, mas pelo menos pode insultar o árbitro o quanto quiser que não pode ser expulso, ou será que pode?

10 outubro 2007

Ó Sócrates vai pró___________ (aparelho genital masculino)

Ontem tive uma inesperada visita de 2 polícias à paisana cá no meu mundo. Desconfiaram que eu iria falar mal do nosso amoroso 1º Ministro.
Bateram-me à porta, disseram-me bom dia e mostraram-me a identificação.

"- O xôr não é comunista, pois não?"
"- Não."
"- O xôr, não é de esquerda?"
"- Nop."
"- Também não é sindicalista?"
"- Hum-hum."
"- Professor?"
"- Na."
"- É capaz de nos explicar o que são estes cartazes?"
"BOTA ABAIXO nO SÓCRATES"; "O SÓCRATES É PeSte.."; "SÓCRATES INCOMPETENTE SÓ FO.. A GENTE!!!"; "Ó SÓCRATES, NÃO SEI, MAS DISSERAM-ME QUE ÉS GAY"...
"- Hum... odeio filosofia!"
E foram-se embora.

Novos desportos olímpicos?

Directamente da Turquia.



Da Rússia



Da China



Da Índia



Da África do Sul

09 outubro 2007

Vício

Uns cheiram cola;
Outros cheiram cocaína;
Eu cheiro sacos de café vazios...

04 outubro 2007

Deus não é vermelho, o Pai Natal é que é!



Resposta de Deus:

"Caros amigos benfiquistas

Peço desculpas por ontem não atender às imensas mensagens que me foram enviadas entre as 19:45 e as 21:30. Foi-me impossível responder aos vossos pedidos, pois estava ocupado a ver o jogo do FCP na Sportv.

Sem mais, atenciosamente

Deus"

03 outubro 2007

Come back, Mourinhou!

Há cerca de 2 anos atrás eu publiquei uma carta de uma "amigo" inglês que falava do seu deus, Mourinho.
Agora com a saída do treinador do Chelsea ele volta a escrever.
Eis a missiva:

"My dear friend, Catso

Estoy a te escrever te cause i’m muito triste.
You probabelmente saber porq. Exactlymente. Morinhou has foi.
Estes ser os days mais dificulto of minha vida. I’m ser orfao de dad, now! E tudo cause that motherbitch daquele russian do, como voces dizer, hum… carralhou!
Amigo, tu know that eu fazer quase everything like my adopted dad, Mourinhou! Ele comprar a Aston Martin e eu comprar um MG; ele ir de vacations to Maldivas e eu ir para as Malvinas; ele eat at melhor restaurant in Londres e eu comer no melhor restaurant in Pieceofcrapshire; ele foi fired do Job eu me demitir me of mine, agora esta city nao ter recolha do garbage! Eat that,Fuckers!!!
But, de qualquer maneira, estoy very triste. Nao ter special um aqui close to me. Nao ter taste of vitoria uns 3 semanas now. I was used ganhar, e agora, just shame!
That panefaggots from Arsenal e West Ham gozam with me, agora. Dizer que Chelsea nao vale a ponta de um horn! Estou sick of this merda!!!
I have abandonado that igreja do Mourianism, and agora ter de procurare outra God. Please, falar com Mourinhou em Portugal! Ask him to voltar para Chelsea e para nosotros. We sentir saudades do white hair e funny face dele. Isto não ter piada without him.
Se el nao vir, i swear that eu ir para Vitoria de Setubal e raptar toda a family dele, including his amigo: Otavio Machado!!!
Well, it’s tudo from Pieceofcrapshire!

Meus abraços para Portugal, Spain!

PS: Enviar também uma pic das minhas vacations in Allgarve.

Azz, JacK"

A foto é verdadeira, mas obviamente tive que cobrir a face.

Há empregos...

















Não tenho inveja da Tânia...

02 outubro 2007

Gulliver?


"- Mas onde raios se meteu o Mendes!"

















Depois das eleições o PSD cresceu... mas só alguns centímetros!

01 outubro 2007

Ignorável

João acordou naquele dia disposto a mudar a vida. Jurou na noite anterior que tudo seria diferente. Impôs a si próprio uma reviravolta no que o rodeava. Tudo ia ser diferente a partir daquele momento.

Levantou-se da cama, fez o seu próprio café, vestiu-se e saiu.

Optou por andar a pé, deambulou pela cidade como os outros milhares que seguiam, submersos em pensamentos e pressas, ao seu lado pela rua a cima. Seu ombro chocou com todos que não se desviaram do seu caminho.

Chegou ao trabalho atrasado em meia hora. Dirigiu-se ao gabinete do chefe, deu um murro na mesa e demitiu-se.

Na saída, agarrou numa colega de trabalho, musa dos seus sonhos eróticos, e espetou-lhe um beijo tão profundo que lhe podia sentir as entranhas. Teve ainda tempo para acertar um pêro no graxista que lhe infernizava a vida no escritório.

Saiu disparado pela rua aos encontrões nos transeuntes, caminhou um pouco sem destino, procurando coisas que podia fazer de diferente. Pensou em dançar nu na fonte luminosa mais próxima, ou talvez ajudar velhinhas a atravessar ruas mesmo quando o sinal ficasse vermelho para os peões, ou quem sabe assaltar a agência bancária mais próxima. Tudo isso pensava já não ser tão invulgar. Queria fazer algo que aparecesse e permanecesse na televisão por algum tempo.

Foi em direcção à assembleia da república.

Lá chegou em pouco tempo e esperou até a sessão ter início. Às primeiras palavras do presidente da assembleia começou a insultar os políticos e suas acções. Relembrou os cortes salariais, o deficit, as promessas não cumpridas, a guerra, o ódio racial, os boatos e artimanhas, os conluios. Mandou tudo e todos à merda, virou costas, acompanhado por uma escolta policial, e saiu.

Foi preso e presente ao juiz de instrução. Perante a eminência, foi perguntado sobre seus actos e meteu-se numa verborreia quase infinita sobre a justiça nacional. Acusou o estado, os juristas, todo o sistema de incompetência, de negligência, de desnorte. Acusou os juízes, inclusive o que estava à sua frente, de incapacidade, de indiferença e foi condenado por desobediência e desrespeito a autoridade.

Foi enviado a uma consulta com um psiquiatra para que se pudesse avaliar da sua sanidade. Chegou à consulta e gargalhou, achou ridículo o aparato, achou caricata toda a preocupação. Disse que não estava louco, mas que tinha aberto os olhos e que queria dizer e fazer o que quisesse sem imposições e sem travões. Queria experimentar a liberdade no seu estado mais puro, liberdade para se exprimir a 100% e se isso fosse crime, então que o condenassem.

Assim o fizeram.

Chegando à prisão foi confrontado com os seus crimes e com os dos outros que o rodeavam. Foi apresentado aos chefes do presídio, legais e ilegais, e jurou (com os dedos cruzados) obediência a todos. Apanhou todos os dias, foi ao inferno e voltou várias vezes. Foi libertado pouco depois por um conjunto de factores que incluíam bom comportamento, amnistia do presidente e alterações extraordinárias do código penal. Riu incoersivelmente por mais uma estupidez da sociedade, mais um erro incompreensível. E foi-se.

Ao voltar às ruas reparou que nada havia mudado. Os mesmos “robots” matinais, os mesmos defeitos, vícios e equívocos. Nada do que tinha feito fez alguma diferença. Lembrou-se do ditado “uma andorinha só não faz verão” e abateu-se.

Chegou à casa, tomou um banho demorado, mandou tudo às favas e preparou-se para se matar. Agarrou no primeiro objecto minimamente ameaçador que encontrou e escolheu um alvo no seu próprio corpo.

O coração preparou-se para parar. Bateu pela última vez já passava das duas da manhã. Ninguém ouviu nada, ninguém se preocupou. Tudo aconteceu como se nada tivesse sequer acontecido. Ninguém se importou. Ninguém chorou. João estava esquecido. Apagado. Tudo o que fez, tudo que disse, nada ficou escrito na história. Nenhuma tinta foi gasta com suas aventuras.

João passou e não deixou saudade.


( E estou de bom humor hoje)

30 setembro 2007

Anos-luz
















"- Já não os vejo, coño!"

(Com os riscos inerentes de no fim da época me vir a arrepender)

Know shit!!!

E não é que descobriram a pólvora...


28 setembro 2007

Nostalgia por vezes dói...

Não sou muito organizado mas, ontem enquanto organizava meus CD's por ordem alfabética, veio uma lágrima no canto do olho quando lembrei-me do entusiasmo da compra do meu 1º CD (quem me conhece não se surpreende). Foi nos idos de 92, já faz uma porra de tempo! Minhas artrósias fazem questão de lembrar.

Vai a lista dos 1ºs discos:




























































Estão por ordem.
Só a pouco tempo comprei este:














Era quase pecado não o ter!
Se alguém quiser, ponha nos comentários a lista dos 1ºs (se ainda se lembrarem...)