20 novembro 2009

O flato

Pensamento do dia (depois de um almoço divinal):

"Os feijões não deixam ninguém incógnito!"

9 comentários :

Francisco Vieira disse...

eh eh eh eh eh eh eh eh eh Deus me livre! Imagina ser colega de banco no alfa de porto a lisboa :-)
Nao sabes que quando andamos por fora, ha comidas que nao se podem comer, pa?!

Boa tarde e um abraco

Gravepisser disse...

Feijoada à transmontana???

Já diz o povo: "perdoa o mal que faz, pelo bem que sabe"...

(Felizmente ainda sou solteiro) xD

Abraço

Cirrus disse...

Eu penso que eles podem deixar uma pessoa incógnita, não a deixam é despercebida.

Sahaisis disse...

com jeitinho poderão deixar uma persona non grata..lol..bem pensando no exemplo de 2 ou 3 colegas meus assim p o cagões, q gostam de dar o peidinho em publico, tipo acto exibicionista, ainda assim pode ser q não..lol

Catsone disse...

Francisco, BOA NOITE! Eu até sei, man, mas um naco + arroz de feijão + batatas a murro + migas + um vinho tinto do Douro, e não há quem resista ;) Que se lixe o vizinho, lol

Grave, "a voz do povo é a voz de Deus" :D

Cirrus, tens razão, só pensei nisso depois de ler o teu comment. Mas olha que, apesar de incógnito, recebe logo vários nomes ;)

Sahaisis, tás a chamar-me o que???? LOLADA!!! Eu não faço isso xD

Sahaisis disse...

eu não te chamei nada..lol

Balhau disse...

LOL!
Noutro dia também me veio uma reflexão profunda...

P: "Sabes quem é a última pessoa que nos serve?"
R: "O coveiro..."

MA-S disse...

se fossem só os feijões...

Catsone disse...

Balhau, estes momentos de luz criativa têm de ser escritos para a posteridade, não é verdade?

MA-S, não são só os feijões, então em época de S. Martinho...