14 novembro 2009

Diabretes

No seguimento do post anterior:

"Dia Mundial da Diabetes assinalado com seminários, encontros e mensagens em campos de futebol" Lusa



6 comentários:

Francisco Vieira disse...

Bom dia. Um mal comum la em casa. A minha mae descobriu-os ha 20 anos e as minhas duas irmas tambem sao.
Eu ate hoje nao tenho, mas pelo simm pelo nao, ha 2 anos que so como pao, massas e arroz integral. Tambem desisti das batatas. Nunca fui de muitos doces. So nao abdico no acucar nos varios cafes diarios, nao sei...
Abraco e bom fim de semana

Catsone disse...

Olá Francisco.BOM DIA! ;)
Cuidado! Tens um terreno familiar enorme para os diabretes.
Como deves ter percebido, também gosto muito de café. Comecei a deixar de pôr açúcar no café e hoje não os consigo beber com o pó branco. Vê lá que cada pacote tem 7 a 9 gr de açúcar puro, se beberes 5 cafés são quase 50 gr e aí não há pâncreas que resista.
Abraço

Sahaisis disse...

oh god... :( não me apetece comentar este post...o meu pancreas estará todo f*dido em poucos anos (sumol de ananás e mousse de chocolate hoje, mas tb sempre que fico furiosa dá-me para o açucar..lol)...gosto do cabeçalho novo ;)

Catsone disse...

Lol, o açúcar parece ter um efeito calmante nuns e electrizante noutros.
Obrigado pela opinião sobre o cabeçalho. :D

Francisco Vieira disse...

Cat, a obra de Candido Portinari é maravilhosa. Tenho uns 4 quadros dele postados. Ainda nao tinha reparado no cabecalho e nao conhecia este. Tens bons gostos, parabens. Ficou maneira :-)

Catsone disse...

Francisco, tks ;)
Combina com a minha adição cafeínica...