31 janeiro 2010

Hai(de)ti II

A humanidade está podre. Está infectada por vermes. Nenhum país, nenhuma comunidade, ninguém está imune e não há vacinas para esta doença.
Depois da catástrofe vem a miséria. A fome, a sede e a sofreguidão assolam o território haitiano. Mas nada disso é páreo para a imensa insensatez, estupidez e ganância de alguns.

"Fotos de médicos em poses divertidas geram polémica" in Expresso
O humor é algo extraordinário. Pode-se fazer humor com praticamente tudo. Fazem-se piadas com o holacausto, com a religião e suas figuras, com as diferenças existentes entre as pessoas. Dentro em pouco, as pessoas farão "humor negro" desta catástrofe mas, por enquanto, as feridas estão longe de fechar e humor sobre o que aconteceu é como sal sobre carne exposta.
"Médicos". Esta palavra é sagrada demais para ser utilizada por indivíduos como esses. Um verdadeiro "médico" põem o semelhante muito à frente das suas pretensões pessoais. Esses palermas deveriam ter orgulho de poder disponibilizar os conhecimentos médicos em prol dos que sofrem.
"O pobre julgamento de uns poucos prejudica o enorme esforço que muitos outros fizeram para prestar cuidados médicos de qualidade", afirmou o secretário da Saúde de Porto Rico, Lorenzo Gonzalez. Frase estupenda! Espero que tome providências e, espero ainda mais, que os colegas porto-riquenhos destes patetas exijam uma punição.


"Dez americanos detidos quando tentavam sair do Haiti com 33 crianças" in Jornal de Notícias
Compreendo que ver crianças a sofrer é difícil para quem ainda tem coração. No entanto, existem formas mais simples, e honestas, de as proteger. Não vejo que arrancá-las do seu ambiente seja o melhor, já sofreram com a tragédia e agora são levadas para longe.
E, juro que ainda tentei não dizer isto, mas tinham de ser pessoas de uma igreja qualquer, sempre dispostos a ajudar (?).


"Hugo Chávez acusa EUA de provocar sismo no Haiti" in Económico
Quem acompanha este blog há mais tempo conhece a minha profunda e imensurável antipatia pelo Sr. Presidente da Venezuela, Hugo Chavez. Ele, que se diz o salvador dos povos sul-americanos, marxista, socialista, vem, nessa altura de desgraça, aproveitar para alfinetar o seu inimigo. Chavez ,se calhar, deveria preocupar-se mais com os mortos diários da violência de Caracas, em fechar as televisões que não transmitem os seus devaneios, com a falta de liberdade a que sujeita os seus compatriotas e com a opressão sobre os seus opositores. Já tinha com que se entreter...

Parece que o terremoto no Haiti foi "apenas" o 1º problema para aquele povo (sem contar os que já existiam antes)...

6 comentários :

Gravepisser disse...

Já disseste tudo...

Infelizmente, e por mais que não queiramos, cada vez é mais pertinente, a perspectiva negativa do mundo que eu transmito no Life Is Killing Me, e este caso é apenas mais uma prova do estado a que isto vai chegar...

Sahaisis disse...

que tamanhos disparates..enfim...é o que se tem...:s

Cirrus disse...

É extraordinário como as pessoas conseguem fazer certas coisas. Os médicos em pose de diversão não me chocam por aí além, cada um encara as coisas como quer. Mas essa dos raptos de crianças - sim, porque são apenas isso, raptos - para vender a qualquer bom cristão na América é de bradar aos céus! Quanto ao Chávez, sei o quanto antipatizas com ele, por isso abstenho-me de comentar. Só conhecendo.

Francisco Vieira disse...

Boa noite Cat

Esqueceste de juntar a esse rol de atrocidades a afirmacao do Sr. Fidel Castro, que diz que a presenca da tropa americana no Haiti é uma invasao a soberania daquele pais...

Abracos e uma boa semana

Catsone disse...

Grave, ânimo rapaz, pelo menos existem alguns resistentes (nós) que estamos cá para o enxovalho total! ;)

Sahaisis, "disparate" é uma palavra muito soft para estas situações.

Cirrus, amigo, acho de uma tremenda insensibilidade a acção daqueles "médicos". Quanto ao Chavez, estás a vontade para comentar, abstenções só no parlamento ;)

Olá Francisco, o amigo Castro está senil, nem vale a pena comentar.

pinguim disse...

Médicos a sério e que dão tudo quando é preciso, temos entre nós um belíssimo exemplo: um Homem enorme chamado Fernando Nobre!
Políticos, perigosamente fanáticos pelo poder vai havendo por todo o lado; um dos mais cretinos governa a Venezuela a seu belo prazer...