19 setembro 2009

"#$%&!!!

Portugal está fodido!
Fodido do verbo foder até mais não.
Fodido por um povo passivo que é fodido por todos e muito mal pago.
Fodido por uma direita conservadora e retrógrada, uma esquerda extremista e revoltosa e por um centro covarde e limitado.
Fodido por milhentos mini-partidos e movimentos idiotas, que apregoam vontades incoerentes e estapafurdices.
Fodido por mentecaptos que não votam e arranjam a mesma desculpa:"...são todos iguais, e por isso...", deixando aos outros a missão de escolher quem os vai foder mais quatro anos.
Fodido por pais que abusam dos filhos.
Fodido por filhos que abandonam os velhos.
Fodido por uma juventude idiota que esqueceu a sua própria cultura e que adora uma nova "nova onda" semanal.
Fodido por "artistas que não fazem arte".
Fodido por um povo que olvidou suas raízes e folclore, e que abomina o que é nacional, idolatrando o estrangeiro.
Fodido pela superficialidade da imprensa cor-de-rosa e seus "actores" reais.
Fodido por um bando de novos ricos que dão um rim por um Mercedes ou BMW importado, que pagam renda de um T3 antigo nuns subúrbios quaisquer e compram produtos de marca branca com talões de desconto.
Fodido pela falta de memória das suas gentes.
Fodido pela pobreza de milhões de filhos da pátria.
Fodido por uma desinformação constante.
Fodido por indivíduos que ocupam a vaga de estacionamento para os deficientes físicos, estacionam na calçada e usam os faróis de nevoeiro em noites de lua cheia.
Fodido pelos que cospem para o chão.
Fodido pelos arrumadores de carros.
Fodido pela inércia e inépcia de inúmeros.
Fodido pela patetice das manhãs e tardes televisivas.
Fodido pelos subsídios.
Fodido pelos que não dão o seu lugar sentado a um idoso.
Fodido pelos eructam direitos.
Fodido pelas auto-estradas, TGV's e pontes sobre o Tejo.
Fodido pelos guetos criados pela intolerância.
Fodido por si próprio.
Fodido pelas pensões de miséria dos trabalhadores e pensões de marajá de ex-políticos e afins.
Fodido pelos sindicatos e associações empresariais.
Fodido pelos bancos.
Fodido pelas inúmeras e inúteis siglas: IRS, CGTP,TAP, BP, PS, SNS, FPF, APAF, EP, EDP, GALP, PT, PTP, IURD, PSP, ETC...
Fodido por deus, o diabo e por uma igreja corrupta à procura de avenças.
Fodido pela falta de deveres.
Fodido pelo empurrar com a barriga e o desenrascanço.
Fodido por uma justiça lenta, uma educação falida e uma saúde desorganizada.
Fodido por milhares de crianças que mal sabem ler mas que carregam um Magalhães sob o braço.
Fodido por uma falta de cultura que embaraça.
Fodido pelo politicamente correcto que amordaça pensamentos.
Fodido por jovens que não lêem, não escrevem ou não percebem português, que se perdem num mar de bens inúteis e vontades fáceis.
Fodido pelo chico-espertismo; aqui duplamente fodido.
Fodido pelo excesso de álcool.
Fodido pelo acordo ortográfico.
Fodido pelo desemprego e por gente que quer estar no desemprego.
Fodido por empresas que fecham mas dão lucro.
Fodido por intelectuais que reúnem-se à mesa a destilar venenos mas que não apresentam ideias para resolução de problemas.
Fodido pelas penas suspensas e erros processuais.
Fodido pelo facilitismo e o "deixa estar".
Fodido pelo compadrio e o "factor C".
Fodido pela hipocrisia de se usar palavras caras e ignorar um calão magnífico e que expressa exactamente o estado de espírito.
Fodido por tudo e por nada.

É a primeira vez que utilizo este tipo de linguagem neste blog mas, depois de um dia fodido, devo confessar que é uma terapia extraordinária.
Que se fodam as sensibilidades.

5 comentários :

MA-S disse...

catsone, eu acho que não é a primeira vez que utilizas o verbo f***r no blog mas, que eu tenha lido, este post é de certeza o mais *fodido* de todos! Pelo menos, na utilização da palavra...hihi.
A mim entristece é o facto de menosprezarmos o nosso conteúdo cultural: como é o folclore das diferentes regiões (a mim toca-me essencialmente esta parte porque apaixonei-me pelo folclore em pequena, na escola primária. Fazia parte do currículo, praticava com gosto e chegámos a fazer exibições em trajes típicos), a nossa História, a nossas formas de arte (música, pintura, escultura,...),...

p.s: o catsone é que tem juízo e dá bons conselhos! (a respeito do comentário na minha tasca)

=)

Sílvia disse...

como diria o outro "deita cá pra fora" que isso só faz bem, sentimo-nos muito mais aliviados... E sim, concordo com muito do que dizes :)

forteifeio disse...

Isto não é espirito de porco,é espirito de justiça e verdade!!!

Balhau disse...

A linguagem é bem apropriada!

Na arte de bem foder
O povo até mais não
Fica o colhão sempre a arder
De não ter nada, tocar à mão.

É escusado retrucar
Aqueles senhores do dinheiro.
Na verdade é sempre o mesmo
Que se fode o dia inteiro

Meu vizinho não quer saber
Minha avó já pouco escuta
Neste mundo todos querem comer
Do mesmo sítio a mesma fruta

Agora que aliviei num espirro
Aquilo que todos sentem
Devo realizar um retiro
Para entender como eles mentem

Mentem porque eu não os ouço
São o resultado da indiferença
Com este comportamento de moço
Qual será minha sentença?

Passo os dias a reclamar
Com a sociedade e a justiça.
Mas na hora de denunciar
Sou sem boca e cego de vista

Comiseração é o meu lema
Filosofia do coitadinho.
Ainda ontem virou tema
A história de um pobrezinho

Mas pobres sempre haverão
Porque há quem não queira trabalhar
Difícil é dar a mão
Aqueles que ajudas a explorar.

A sociedade é muito chique
Quando se trata de aparecer.
Com uma levis e umas nike
Fazes outros perecer.

Ah mas a vida é mesmo assim!
Dizes-me tu indiferente
Mas como queres meu caro amigo
Uma vida benevolente?

Queres que o mundo mude
Não te censuro o pedido
Mas se te peço atitude
Está logo tudo perdido!

Que dizer destes políticos
Manequins da sociedade?
Meus amigos, são os rebanhos
Da nossa mediocridade.

Não desças ao nível deles
Diz-me a voz da razão
Mas como é que a posso ouvir
Se me dói o coração

Por isso bem alto digo
De mente aberta, resoluta
Fazei da peida um figo
Seus grandes filhos da puta.

Balhau disse...

Ah... O peoema é meu...
:D

Espero que gostes. Dedicado a ti meu caro catso..
:D