29 julho 2009

Ilusão

O fulano acorda de manhã e liga a televisão. Ainda meio ensonado, ouviu a notícia que lhe mudou a vida:
"Bom dia. Cristiano Ronaldo marcou o seu primeiro golo pelo Real Madrid!"
Ao ouvir aquilo, o fulano deu um salto da cama e, em pijama, saiu à rua a saltar e a gritar:
"Cristiano! Ronaldo! Cristiano! Ronaldo!"
Um velhinho, equilibrado numa bengala, ao cruzar-se com o fulano, perguntou-lhe:
"Ó meu filho, para quê tanto escabeche? O que se passa?"
"Não sabe? OCR marcou o 1º golo no RM!"
"Ai meu pacemaker! Ai Jesus! Verdade?"
E lá foram os dois, a cantar e a pular. O velho dava pulos de 2 metros, tentando acertar com a bengala nas placas de trânsito, e juntamente com o fulano cantavam:
"Cristiano! Ronaldo! Cristiano! Ronaldo!"
No passeio encontraram um paralítico que, estranhando o comportamento, indagou:
"Então, mas tá tudo doido? Que vem a ser isso logo pela manhã?"
"O CR marcou ontem o 1º golo no Madrid!"
O paralítico deu um salto da cadeira de rodas e caiu nos braços do velho. Depois saiu a correr e a saltar com os outros dois, com os quais cantava:
"Cristiano! Ronaldo! Cristiano! Ronaldo!"
Uma grávida que passava pela algazarra não se conteve em perguntar:
"Que barulheira! Mas afinal, o que se passa?"
"Minha senhora, foi o Ronaldo. Ele marcou o seu 1º golo com a camisola do RM!"
A grávida começou a ter contracções e pariu, ali mesmo, uma menina que logo trocou de sexo para que a mãe lhe pusesse o nome de Cristiano, Ronaldo ou mesmo os dois juntos. Juntaram-se todos no grupo e gritaram:
"Cristiano! Ronaldo! Cristiano! Ronaldo!"
Passaram por um desempregado, uma prostituta e um bêbado, que ao saberem da notícia transformaram-se em político, santa e jogador de futebol, respectivamente.
O PM vangloriava-se do êxito enquanto que o PR tentava vetar a lei que pretendia clonar o madeirense.
Cegos voltaram a ver, surdos voltaram a ouvir, mortos ressuscitaram, o Cláudio Ramos voltou a ser hetero, Portugal voltou a ser um país de jeito!
Ouvindo aquele barulho infernal, o estraga prazeres veio à janela e perguntou:
"Mas que car"#$% vem a ser isto! Um gajo não pode descansar?"
"Ó amigo, o CR marcou o 1º golo em Espanha!"
"E há quanto tempo foi isso?"
"Foi ontem, mais ou menos por esta hora"
"Há um dia, portanto"
"Sim, porquê?"
"Porque desde ontem não fez um catso das Caldas e já ganhou mais 25000€. "
Ao ouvirem aquilo, todos ficaram em silêncio. O mundo acabara de desmoronar.
O velho teve, imediatamente, uma paragem cardíaca; o paralítico caiu em cima do monte de corpos dos ressuscitados que, entretanto, tinham voltado a morrer; os cegos tentavam fugir do Cláudio Ramos com indicações dos surdos; a prostituta negociava com o desempregado já que o bêbado, há muito, tinha adormecido; o PM acusava a oposição pela loucura generalizada e o PR vetava um projecto de lei qualquer.
Portugal perdera a ilusão e voltou ao normal: o país tacanho que sempre fora.

7 comentários :

Badmadafaka disse...

Grande rasgo de imaginação. Estico a capa à tua passagem na próxima vez que te botar as bistas em cima.

Sahaisis disse...

lindo e..lógico :)

forteifeio disse...

Está fixe.ahahah
As contradições dos Mundos

Catsone disse...

Brigadú, friends!

Paula disse...

Eu que devo ser a maior hater do CR em Portugal e quem sabe no mundo nao diria melhor :)

Balhau disse...

Catsone simplesmente genial! A tua mente fervilha e a minha rejubila com tamanho estro...

Paula: Hater? Isso significa que lhe tens um ódiozinho especial certo? Ódio é uma forma de sentimento certo? Achas que ele merece tanto? CR? De quem estão a falar?

Catsone disse...

Balhau, brigadú. Até vieram-me lágrimas... ou não.