18 outubro 2010

Pai sofre XV - Canções de encantar?

Durante as últimas férias, enquanto passeava os olhos pelo youtube, lembrei-me de mostrar alguns vídeos de músicas infantis à minha menina. O primeiro foi o "doidas andam as galinhas" e ela olhou para aquilo com alguma desconfiança. Pouco a pouco, com o passar dos dias, lá foi tomando o gosto e no fim já me pedia, à maneira dela, para lhe mostrar o vídeo. Foi uma espécie de "primeiro estranha-se, depois entranha-se" e, sem querer, havia "criado um monstro".
Com o 1º aniversário chegaram as prendas em forma de dvd's musicais e, agora, a moça anda viciada naqueles bonecos estranhos que tentam traduzir o que as músicas querem transmitir. Qual ditadorazita, já tem o monopólio do quadrado mágico cá da casa.

Durante a minha longínqua infância ouvia meus pais e avós cantarem o "atirei o pau ao gato". Sempre achei essa uma música de mau gosto. Apesar de não gostar de gatos, não sei o que o bicho fez para que alguém lhe tentasse matar à paulada.
Hoje, os miúdos não só ouvem como vêm essa tentativa de gaticídeo: num vídeo, muito mal feito, um gato desvia-se na hora H de um toro sabe-se lá atirado por quem.
Nesse mesmo vídeo vê-se uma espécie de pulga a morder o pé a uma menina. A tal pulga é chamada maldita, provavelmente por ter consigo a Yersínia...

"Se calhar devo estar a fazer uma tempestade num copo d'água. Vamos lá passar ao seguinte"...
O seguinte é sobre um sapo que tem frio e atravessa uma ponte. A ponte treme e faz com que o sapo caia na água onde é degustado por um jacaré. Tudo isso enquanto a mulher o espera em casa, a fazer rendinha para o casamento. Isso dá um belo enredo para uma novela da TVI.
Aliás os sapos são sempre uns tristes nestas músicas, uma segunda canção com o tema "batráquios" refere a existência de um desses bichos que, para além de ser feio e malcriado, tinha a boca torta.
Um outro fala sobre um galo que cantava muito bem mas que desapareceu sem saber para onde e sem deixar rasto (virou cabidela?).
Depois surge o de um pintinho que subiu a uma pedra, caiu e levou uma palmada da Dª Galinha. O gajo cai, parte-se todo e ainda leva na tromba? Isso, em certos países, dava direito a queixa para a CPFP (Comissão de Protecção de Frangos e Pintainhos).
Mais uma e surge a história do Cravo que brigou com a Rosa, numa clara alusão à violência doméstica, um flagelo no país das musiquinhas infantis.
Ainda uma música do Avô Cantigas... e depois isto:



Que susto!!!


Comecei a ficar preocupado com o conteúdo de violência destas canções e, se tudo já era medonho, não sei explicar o que pensei ao ouvir a música com a seguinte letra:

No alto daquela serra
no alto daquela serra
está um lenço
está um lenço a acenar

Está dizendo viva viva
está dizendo viva viva
morra quem
morra quem não sabe amar

Essa última quadra lembra-me uma ala psiquiátrica.


Vou mas é comprar uns filmes do Chuck, Seagal, Stallone e Van Damme: parecem-me ser bem mais inofensivos...


Adenda: por falar nestas músicas, lembrei-me de uma versão da "Ó Rosa arredonda a saia" que a minha senhora quer que eu evite de cantar perto da nossa moça. Essa versão reza assim:

"Ó Rosa arredonda a saia
Ó Rosa não sejas chata
Ó Rosa arredonda a saia
Que a gente quer ver-te a rata"

Essa versão já me trouxe problemas...

16 comentários :

Cirrus disse...

Não acredito que essa versão te tenha trazido algum problema. É bem melhor que a original.

Nesta demanda pelos fantasmas e esqueletos no armário de quem escreve músicas para putos, esqueceste-te da macabra Machadinha.

El Matador disse...

E depois ainda há aquela do Calimero que parece que tinha uma relação com a abelha Maia.

Rain disse...

Ter filhos... aprender tantas coisas do mundo que estavam melhor na ignorância! lol

meldevespas disse...

Aqui há uns meses postei uma coisa nesse mesmo sentido, mas em relação àqueles jogos de lenga-lengas que elas fazem com as mãos, tipo as pombinhas da catrina, aqui:
http://meldevespas.blogspot.com/2010/06/se-tu-visses-o-que-eu-vi.html
As coisas pra miúdos, aliás como os miúdos são assim pró cruel. A tua princesa ainda é pequenina, mas pelo que dizes já está a começar a mostrar as garras. Prepara-te meu amigo, porque ainda está só a começar, e aposto que ela acha super normal essas carnificinas das canções...

Catsone disse...

Cirrus, para mim tb é bem melhor q a original. O problema é que tenho versões para quase toas as músicas e a mamã começa a ficar farta (não gosta, principalmente, da versão para a "o meu chapéu tem 3 bicos").
Tens razão, esqueci-me da violenta "machadinha".

Matador, essa não tenho em nenhum dvd ;)

Rain, já conhecia alguma coisa dos meus sobrinhos mas agora esse mundo abriu-se definitivamente para mim.
Bj

Mel, não existe nada mais cruel do que um monte de crianças juntas. São elas que nos identificam os mais ínfimos defeitos e não se coíbem de deitar abaixo quem os tem...
Adorei a palavra carnificina, lol!
Bj

MA-S disse...

A última quadra tá do melhor!
Impec! 5*

Patife disse...

Obrigado pela primeira gargalhada do dia. ;)

Johnny disse...

Ahahaha

Sahaisis disse...

psyco..really really :s

Catsone disse...

MA-S, e tem mais de onde vem essa ;)

Patife, obrigado mas espero que tenhas mais motivos para rir, friend.

Johnny, também tem uma para ti, amigo: "o balão do João".

Sahaisis, não é? Mete medo.

Sahaisis disse...

P.S: Hás-de ensinar-me essas musiquinhas, parece-me material de qualidade para servir de bso a certos momentos :)

MA-S disse...

Estou com a Sah!
Compila (ou sem pila) aí uns versos de umas musiquinhas no blog e publicita...

=D

pinguim disse...

O que eu me ri com a tua versão do "Rosa arredonda a saia".
Porque não te candidatas a letrista de um "Sequim de ouro" hard????

caminhante disse...

lindo! só tu para me fazeres chorar a rir depois de um dia como de hoje!!! obrigada, de coração!

quanto ao galo que era bom cantor, eu sempre acreditei que sim, virou papinha para a joana comer :)

a-do-rei a chata! não conhecia, linda!

abraçinhos ao pai, à mãe e à pitoquinha!

nane disse...

pois é, estamos a criar uns monstros! :)

Catsone disse...

Sahaisis e MA-S, se eu puser as minhas versões dessas musiquinhas o blogger põe aquela mensagem de conteúdo adulto neste blog!

Pinguim, só me vendo por muito neste momento, lol

Caminhante, fico satisfeito se isto serviu para alegrar um dia menos conseguido. Bjs para a família caminhante ;)

Nane, oh yea!!!