08 abril 2009

Lobo em pele de Cordeiro

Há cerca de meia hora atrás, falou na Sic Notícias o homem do momento: João Cordeiro, presidente da Associação Nacional de Farmácias (ANF).
O homem falou, falou e no fim o que me ficou na cabeça foram as mentiras e acusações.
Por causa deste indivíduo, duas (ou talvez três) classes de profissionais de saúde, ao contrário de remarem para o mesmo lado, trocam acusações infrutíferas e levianas.
Desiludam-se aqueles que acreditam que este fulano quer o melhor para o doente. Por baixo da pele de Cordeiro existe um animal que procura o lucro, tão simples quanto isso.
Para levar a sua avante, o sujeito procura chamar atenção àquela classe de mercenários, crápulas e corruptos representada pelos médicos. Os médicos, causadores de todos os problemas do SNS. Os médicos que ao olhar para a face do seu doente imagina um cifrão gravado na fronte. Os médicos, verdadeiros cancros da sociedade. Os médicos, que são os responsáveis pela prescrição; esperem aí, se calhar até são necessários para as farmácias, hum...
De todos os factos que o homem cuspiu em directo, guardei dois em especial:

"- Se a Srª jornalista fizer uma investigação, pesquisando nas 5 maiores agências de viagens, vai perceber quais são os 20 maiores clientes das mesmas.
- Está a fazer uma acusação?
- Não, mas pesquise."
Se isto não for uma acusação, então o que será? Parece-me que esta pessoa teve uma formação com o, grande, Octávio Machado, que dizia tudo em informação encriptada. Gostaria realmente que se fizesse esta pesquisa, talvez desmistificasse algumas ideias pré-concebidas existentes neste, pequeno, país.

"- A indústria farmacêutica está muito calada, pois tem o seu porta-voz a falar por ela.
- E quem é esse porta-voz?
- Está-se mesmo a ver: é o Bastonário da Ordem dos Médicos."
Numa certa altura da entrevista o Cordeiro disse não responder à calúnias. Isto, então, merecerá resposta pelo Bastonário da Ordem dos Médicos?

Penso que a ANF representa a quase totalidade das farmácias, mas será que representa a totalidade dos farmacêuticos? Quando este lobo refere como caluniosas, as palavras do sindicato dos farmacêuticos, terá ele o apoio desta classe? Será que os interesses obscuros da ANF justificam toda esta azáfama?
Só andamos na superfície, as profundezas são mais escuras e regem-se por uma ordem na qual o doente é apenas um número...

Hipócrates deve estar a dar voltas...


5 comentários :

rmp disse...

Eu já começo a achar é que esses Sr. Farmacêutico-empresário-produtor-de-genéricos não merece qualquer tipo de resposta. É deixá-los falar.

Se quiserem até os podem pôr a prescrever já que são tão entendidos na matéria, a mim já me passa ao lado.

Afinal eu, que sendo médico, nunca me meti nas competências de outras áreas de saúde, vejo agora que o farmacêutico é que sabe o que é melhor para o doente.

Porreiro pá.

Catsone disse...

Caro colega
A partir de agora começo a trancar todas as receitas (coisa que não costumo fazer).
Se por ventura o doente vier com um medicamento que não aquele que prescrevi, transfiro a responsabilidade a quem o providenciou ou requereu.
Como se já não bastasse as inúmeras prescrições realizadas nas farmácias, a auto-medicação e a venda de medicamentos sem receita, agora querem decidir por nós?
E não ataco os farmacêuticos, ataco as farmácias, muitas das quais estão nas mãos de pessoas que, de saúde, não percebem pívia!

MA-S disse...

"Health Wars"-epsidode xyz
"Physicians strike back"
Com esta porcaria de os srs. farmacêuticos se armarem aos cucos porque "satisfazendo a vontade da pessoa e da sua carteira" lhes aviam as receitas com genéricos ainda vai acabar mal...e quem sofre as consequências? Os nossos utentes...vem aí furacão.

MA-S disse...

*episode... lol "inganei-me"

Psiquiatra da Net disse...

Médicos? Para quê?

A malta vai à internet, e já fica a saber o que tem...
Vai à farmácia e o ajudante de farmácia vende-lhe um genérico de uma coisa qualquer...
O Centro de Saúde, isso, serve para pedir a receita...

(E eu também não autorizo... E passo genéricos na mesma...)

Excelente post.