10 março 2010

A famigerada história dos Cogumelos (re-post)

À custa dela já perdi amigos, e os que não perdi meteram-se no álcool e nas drogas. Ela é infame, desgraçada, aterrorizante, e mais um sem número de adjectivos maléficos. Tenham medo, muito medo (e já agora, também um copo de água).

" Era uma cogumelo-normal cogumelo-manhã na cogumelo-cidade, quando o cogumelo-pai resolve dar um cogumelo-passeio com o seu cogumelo-filho. Já fazia algum tempo que os dois não cogumelo-confraternizavam e o cogumelo-pai estava cogumelo-ansioso pela cogumelo-saída.
O cogumelo-filho andava um pouco cogumelo-chateado com a cogumelo-vida, pois a sua cogumelo-namorada tinha-o cogumelo-encornado com o seu melhor (?) cogumelo-amigo: "aquele cogumelo-fdp" - cogumelo-pensava ele.
Foi de bom-cogumelo-grado que cogumelo-aceitou o cogumelo-convite do cogumelo-pai para o cogumelo-passeio. Estavam a cogumelo-pensar em cogumelo-ir até o cogumelo-estádio da cogumelo-luz para ver o cogumelo-jogo do cogumelo-benfica com a cogumelo-académica e, claro, iam cogumelo-preparados para cogumelo-"torcer" pela cogumelo-Briosa.
Cogumelo-prepararam-se a cogumelo-rigor, cada um com o seu cogumelo-cachecol e cogumelo-bandeira. O cogumelo-pai ainda cogumelo-lembrava-se dos bons-cogumelo-tempos do cogumelo-futebol, em que as cogumelo-pessoas levavam seus cogumelo-filhos aos cogumelo-estádios com cogumelo-segurança: cogumelo-suspirou…

Cogumelo-arrancaram, então.

O cogumelo-filho estava cogumelo-radiante; parecia uma cogumelo-cogumelo-criança de tão cogumelo-feliz que cogumelo-estava e nem se cogumelo-apercebeu do cogumelo-carro que vinha cogumelo-disparado pela cogumelo-estrada cogumelo-acima. Vinha o cogumelo-condutor cogumelo-embriagado aos cogumelo-Ss pela cogumelo-via cogumelo-pública e não teve cogumelo-tempo de cogumelo-travar: apanhou em cogumelo-cheio o cogumelo-filho. Apenas ficou o cogumelo-silêncio depois do seu cogumelo-grito. Parecia que o cogumelo-tempo cogumelo-parou enquanto o seu cogumelo-corpo cogumelo-esponjoso cogumelo-caía para a cogumelo-frente com o cogumelo-impacto do cogumelo-automóvel cogumelo-desgovernado.

O cogumelo-condutor não cogumelo-parou, mas alguém cogumelo-anotou a cogumelo-matrícula.

O cogumelo-pai, cogumelo-desesperado, cogumelo-correu em direcção do cogumelo-filho cogumelo-inconsciente que cogumelo-jazia no cogumelo-chão. Cogumelo-tentava cogumelo-acordar o cogumelo-filho, mas era em cogumelo-vão. O cogumelo-filho estava em cogumelo-coma.

Passados alguns cogumelo-minutos chegou o cogumelo-INEM. Tentaram cogumelo-reanimar o cogumelo-filho; usaram um cogumelo-desfribilhador e deram uns cogumelo-choques: “já tem cogumelo-pulso” – disse o cogumelo-médico- “vamos levá-lo para o cogumelo-hospital”. E foram-se embora na cogumelo-ambulância.

O cogumelo-pai estava cogumelo-transtornado, cogumelo-chorava e cogumelo-jurava de cogumelo-morte o cogumelo-condutor que cogumelo-atropelou seu cogumelo-filho.

A cogumelo-notícia cogumelo-espalhou-se como cogumelo-fogo no cogumelo-verão e todos os cogumelos-parentes cogumelo-telefonaram. Todos queriam cogumelo-saber do cogumelo-estado do cogumelo-filho. O cogumelo-pai cogumelo-explicava quão cogumelo-grave era o cogumelo-estado do cogumelo-filho e que o cogumelo-mesmo estava em cogumelo-perigo de cogumelo-vida no cogumelo-hospital. Os cogumelo-parentes queriam fazer uma cogumelo-visita ao cogumelo-filho pelo que o cogumelo-pai cogumelo-prontificou-se a cogumelo-disponibilizar o cogumelo-horário das cogumelo-visitas.

Combinaram de se cogumelo-encontrar na cogumelo-casa do cogumelo-pai para cogumelo-fazer a cogumelo-visita ao cogumelo-filho.

Entretanto, o cogumelo-filho lutava pela cogumelo-vida no cogumelo-bloco-operatório do cogumelo-hospital cogumelo-distrital da sua cogumelo-cidade. Naqueles cogumelo-tempos de cogumelo-cortes os cogumelo-cirurgiões faziam das cogumelo-tripas cogumelo-coração para cogumelo-trabalhar cogumelo-bem. O cogumelo-ministro da cogumelo-saúde, Cogumelo-Correia de Cogumelo-Campos, tinha cogumelo-cortado em cogumelo-tudo: cogumelo-médicos, cogumelo-enfermeiros e cogumelo-materiais. O cogumelo-bloco necessitava de cogumelo-obras cogumelo-urgentes mas não havia cogumelo-fundos para isso, e quem se cogumelo-lixava era o cogumelo-doente.

Os cogumelo-cirurgiões tinham cogumelo-feito de cogumelo-tudo, só restava cogumelo-rezar ao cogumelo-Deus.

Assim o cogumelo-filho foi cogumelo-internado na cogumelo-enfermaria dos cogumelo-cuidados cogumelo-intensivos.

Enquanto cogumelo-isso, a cogumelo-família inteira cogumelo-reunia-se na cogumelo-casa do cogumelo-pai. Todos cogumelo-anseavam por cogumelo-notícias sobre a cogumelo-saúde do cogumelo-filho. Cogumelo-combinaram em quais cogumelo-carros iriam para o cogumelo-hospital. Juntaram-se cogumelo-todos em 11 cogumelo-carros e seguiram para o cogumelo-hospital com a cogumelo-ajuda do cogumelo-GPS.

Chegaram ao cogumelo-hospital em cerca de 25 cogumelo-minutos. Muito cogumelo-aflitos por cogumelo saber do cogumelo-estado do cogumelo-filho. Chegaram ao cogumelo-balcão das cogumelo-informações onde uma cogumelo-muito cogumelo-simpática cogumelo-senhora cogumelo-informou em qual cogumelo-serviço estava cogumelo-internado o cogumelo-filho.

Apanharam um cogumelo-elevador, não todos cogumelo-juntos pois eram cogumelo-muitos. Chegaram ao cogumelo-serviço de cogumelo-cirurgia onde falaram com o cogumelo-médico.

- Então cogumelo-doutor, como está meu cogumelo-filho? – perguntou o cogumelo-pai.

- Encontra-se cogumelo estável. Esteve no cogumelo-bloco durante 5 cogumelo-horas, mas cogumelo-penso que o cogumelo-pior já cogumelo-passou – cogumelo-respondeu o cogumelo-médico – seu cogumelo-filho está a cogumelo-descansar no cogumelo-quarto 13. É ao cogumelo-fim do cogumelo-corredor.

- Muito cogumelo-obrigado. O cogumelo-senhor cogumelo-doutor cogumelo-salvou a cogumelo-vida do meu cogumelo-filho.

O cogumelo-pai cogumelo-chamou a cogumelo-família e se cogumelo-dirigiram para o cogumelo-tal cogumelo-quarto.

O cogumelo-pai cogumelo-bateu à cogumelo-porta e nada. Cogumelo-resolveu cogumelo-entrar. Nesse cogumelo-momento cogumelo-ficou em cogumelo-choque: seu cogumelo-filho cogumelo-encontrava-se todo cogumelo-ligado, com cogumelo-fios e cogumelo-tubos em todos os cogumelo-orifícios corporais. Cogumelo-catéteres, cogumelo-sondas, cogumelo-soros, cogumelo-etc, cogumelo-etc.

Nem cogumelo-sinal de cogumelo-reacção do cogumelo-filho à cogumelo-chegada do cogumelo-pai. O cogumelo-filho estava cogumelo-mal.

A cogumelo-família também cogumelo-entrou. Era bastante cogumelo-numerosa, mas a cogumelo-situação era tão cogumelo-desesperante que cogumelo-entraram todos de uma só cogumelo-vez.

Todos eles ficaram cogumelo-espantados com a cogumelo-cena. Cogumelo-lágrimas vieram aos cogumelo-olhos e só cogumelo-pensaram em como cogumelo-poderiam cogumelo-ajudar.

Eles cogumelo-acreditavam na cogumelo-força do cogumelo-pensamento e decidiram fazer uma cogumelo-corrente à cogumelo-volta da cogumelo-cama do cogumelo-filho. Era uma cogumelo-forma de cogumelo-reunir cogumelo-forças e cogumelo-energias cogumelo-positivas.

Assim cogumelo fizeram. Cogumelo-organizaram um cogumelo-círculo à cogumelo-volta do cogumelo-filho. E todos fizeram cogumelo-forças. Seus cogumelo-olhos cogumelo-encerraram-se, suas cogumelo-faces numa cogumelo-expressão de cogumelo-sofrimento. Eles cogumelo-gritavam ("aqui estamos cogumelo-nós!!!), cogumelo-rezavam, cogumelo grunhiam e cogumelo-rangiam os cogumelo-dentes; eles cogumelo-cantavam por cogumelo-forças. Pediam aos cogumelo-espíritos por cogumelo-ajuda. Eles cogumelo-suavam de tanta cogumelo-vontade. Eles estavam cogumelo-desesperados, cogumelo-empenhados, cogumelo-decididos…

E quando tudo cogumelo-parecia irremediavelmente cogumelo-perdido, eis que o cogumelo-filho abre levemente um cogumelo-olho. E cogumelo-todos à sua cogumelo-volta começam a cogumelo-cantar:

“ – WE ARE THE CHAMPIGNONS, MA FRIEND!!!”

PS. quem quiser a versão longa é só pedir.

8 comentários :

Rain disse...

Tenho a dizer que para mim, a palavra "cogumelo" acabou de perder o sentido! Bem, tu escreveste isto tudo sem te perderes?...

Excelente, só uma coisinha "Parecia que o cogumelo-tempo cogumelo-parou enquanto o seu cofumelo-corpo", tens "cofumelo". Ainda dizem que Lobo Antunes é leitura difícil!

Já agora, Queen nunca mais vai ser o mesmo, vou passar a associar essa música aos bifinhos! ;P

Catsone disse...

Eu detesto cogumelos!!!

Anónimo disse...

Sim, provavelmente por isso e

Sahaisis disse...

chuta aí ah ahaha

Helga disse...

Cogumelo-genial! Cogumelo-adorei!

Cogumelo-beijos(só para não destoar)

pinguim disse...

Perdi-me entre os cogumelos...

Gravepisser disse...

Eu bem digo que ele anda a comprar cogumelos esquisitos!!!
Tá bem que não gostes, mas há muita gente que faz uns chazinhos da coisa, e depois... Ficam com as ideias baralhadas, e alucinam, quase tanto como neste post. :D

Just kidding. Não estava à espera de ver associada uma das melhores bandas de sempre a uma história destas, mas de resto tudo bem. xD

Abraço

Catsone disse...

Sahaisis, lol

Helga, cogumelo-beijos para ti!

Pinguim, cuidado que ouvi dizer que alguns são venenosos, esses malandros. ;)

Grave, andei nos alucinogénos e curti... ou talvez não.
Abraço