17 dezembro 2012

Charada

Então, vamos lá ver se advinham esta:

Um determinado banco de um determinado país de África Ocidental que fala português e é um rico produtor de diamantes de sangue, generais da treta e corrupção, compra um banco português nacionalizado, também ele exemplo da arte corruptiva, por uma bagatela/pechincha num verdadeiro negócio da china (mas sem chineses envolvido [?]) para aquele primeiro banco e extraordinariamente lesivo para o Estado.
Nessa negociata está incluído o despedimento selvático de (pelo menos) 100 "colaboradores". Sendo essa decisão da exclusiva responsabilidade da nova administração privada, quem pagará essas rescisões? Quem será, quem será? 
















Tu, grande palerma... e eu também, grande idiota!

10 comentários:

Demian disse...

O despedimento visa a colocação dos seus compatriotas nos lugares extintos, a ganharem balúrdios à pala do tuga idiota.

Como os (tugas) decentes vão dar uma volta ao bilhar grande (emigrar), não tardamos a ser um suburbiozito africano de quinta categoria, resta saber se isso é melhor ou pior que o que já somos (se é que somos alguma coisa)...

João Roque disse...

E quem ganhou com toda esta história?
Todos sabemos, mas só um está por detrás das grades.
Os outros até estão em lugares conhecidos e recomendam-se...
Bandalhos...

nAnonima disse...

hummm............. difícil....

nAnonima disse...

posso pedir a ajuda do publico?....

El Matador disse...

nós, os suspeitos do costume.

anouc disse...

Espera! ESPERA QUE EU SEI ESTA!!

ricman disse...

Desisto :-P

De adivinhar e de me martirizar com estas coisas - não é indiferença, mas é o sistema que temos e enquanto não implodir há-de haver sempre os que se safam e sempre os que sofrem.

E como parece que isto ainda não é nada, que o muito pior ainda está para vir, vou tentar guardar o stress lá mais para a frente.

nAnonima disse...

Boas Festas para ti e para a tua família!

bj

Briseis disse...

"grande palerma", não... Eu sabia a resposta certa!!!

W. C. Fields disse...

Os angolanos têm um enorme ressentimento em relação a nós, e nós um enorme complexo de culpa em relação a eles. Quando se realizar o que Demian (#1) diz, vai ser bonito, vai...