21 outubro 2012

Nem todos os Cortes sabem mal

Ele viu a chaminé e entreteve-se a explorar.
A violácea vinhateira deixou-a subir na sua estrutura. 
Sentiu o sangue assustado fugir-lhe das extremidades e, em turbulenta velocidade, ir embater com violência contra o cerne do seu ser em etílico acidente.
Experimentou a vertigem do choque do etilo mas continuou na pecaminosa experiência. 

Fumou os odores do sagrado sumo e  "helicoidou-se".
Mais um copo, mais uma taça, mais um graal evaporaram-lhe o espírito. 
Volátil, foi ao topo, dirigiu-se ao céu tal balão de ar ardente.

Deixou-se cair ao ritmo no qual o efeito dos (de)graus lhe passava e à medida que a hepática parafernalha lhe ia queimando o combustível.

Retornou ao terreno por pouco. 
Mais um pouco do estímulo báquico e voltou a subir a chaminé: foi perguntar a Deus se escondia algo de melhor só para Si... 
O Senhor disse que não mas lhe entregou mais um lanço de escadas dizendo: "cuidado com o tortuoso e frutado caminho da chaminé. Não deixais que te envenene a alma com os seus perfumes..."



13 comentários:

nAnonima disse...

vou buscar duas taças. volto já!!!!

Catsone disse...

Naõ tenho para encher duas taças, cara nAnonima. Sequelas de um borrego no forno com castanhas :D

nAnonima disse...

logo vi que era sorte a mais!!! (um manjar dos deuses, o teu! :)

El Matador disse...

tal nã foi essa :)

Catsone disse...

Não foi assim tão má. Isto é só uma honesta homenagem a este licor de Rá feito no alentejo.

Demian disse...

Que desperdício de sabores, apanhares uma cardina dessas com néctares alentejanos!!! Têm boas vinhaças, sim, mas nada que se compare à pinga transmontana! Ora vem por cá um dia e tira a prova dos nove... Vem é preparado para ficares uma noite, não te garanto que consigas voltar no mesmo dia. x)

S.o.l. disse...

Quer dizer então que recomendas :P

Catsone disse...

Demian, também gosto dos do Douro. Encontrei um outro dia BBB (bom, bonito e barato): Altano.

S.o.l., sim, é bonzito ;D

Demian disse...

Os do nordeste transmontano são melhores que os do Douro. E nem sequer é preciso ir ao supermercado... Ainda existem agricultores com produção própria que batem aos pontos qualquer vinho "comercial"! De momento tenho um aqui em casa que é exemplo disso mesmo. Mas deixam morrer tudo, a adega cooperativa aqui do burgo, que produz dos melhores vinhos nacionais, está falida e cheia de dívidas! É (mais um) triste retrato de um país moribundo...

Malena disse...

Não bebo mas cá em casa dizem que é bom! :)

Catsone disse...

Demian, tenho um amigo na cooperativa de Murça que, de vez em quando, desagua alguns néctares cá no burgo. Os daí de cima são muito bons também!

Malena, não sabes o que perde. Pelo preço, este tem muito boa relação "preço/qualidade".

Malena disse...

Reguengos, Reserva 2010, ainda é mais barato e dizem cá em casa que também é muito bom! ;)

Catsone disse...

Malena, já está na minha lista!