01 novembro 2011

Azul de vergonha

O que me chateia não é a derrota. O que me chateia não é o facto de perder para uma equipa sem tradições no mundo do futebol europeu. O que me chateia não é perder para uma equipa sem estrelas. O que me chateia não é ficar fora da Champions.

O que me chateia é a arrogância. É o "ôba-ôba". É a prepotência de quem ganha milhões directamente proporcional à falta de humildade e o mal perder. O que me chateia é não ter na equipa um Costa, um Santos, um Pinto, um Barros, alguém portista como eu e que representa as tradições nortenhas. Chateia-me a falta de pressão e luta características dos azuis.

Há alguns dias, um tal Sr. Víctor, que se diz treinador, numa tentativa de jogo psicológico, cuspia no microfone que a sua equipa era a mais forte. Esse mesmo Sr., que tem um plantel de alta qualidade, veio provar que a sua equipa não presta e que não passa de um amontoado de peças soltas sem sentido; veio hoje demonstrar o quão incompetente é a treinar. Mas deixou ainda mais patente a sua incompetência a planear uma época e a sua miopia táctica.

A Champions já lá vai, que a vença o outro clube português. Agora lutamos pela Liga Europa.

5 comentários:

atascadotijoao disse...

Como entendo este desabafo .
SL

El Matador disse...

O Pinto da Costa até ficou maldisposto.

Pseudo disse...

Catsone, substituamos os nomes dos jogadores e treinador e da equipa por nomes vermelhos e o teu texto aplicar-se-ia à minha equipa, mais na época passada do que esta, é verdade, mas mesmo assim, aplicável.

Catsone disse...

João, sei que entendes, amigo "lagarto" ;)

Matador, era bom que o remédio do PC fosse uma chicotadazita...

Pseudo, pois, mas agora estão bem. Boa sorte para vocês hoje (passam na boa).

pinguim disse...

Acabo de ver o jogo de Olhão e ainda foi pior do que em Chipre...