05 agosto 2011

Fugir por amor...

Para o tema "Fugir" da Fábrica de Letras:



Fugir por amor

“Vamos fugir deste lugar, baby, vamos fugir”
“Não posso, sabes bem”
“Mas porquê? Pela tua família? Pelos teus amigos? Pela tua boa vida?”
“É por tudo, amor. Não posso abdicar das coisas que tenho em casa. Se for contigo tenho que me virar sozinha, certo?”
“Não sejas tonta, querida, eu trabalho para ti. E se as coisas não correrem bem, viveremos de amor!”
“És um romântico… e também um grandessíssimo pateta! Amor não enche barriga, ok? Tu és um “D. Juan” que só me quer saltar para as cuecas!!!”
“Se pelo menos usasses umas…”
“És mesmo tonto”
“Anda lá, ninguém vai sentir a tua falta. Eu sei do que falo. Já vivi em muitos lugares e ninguém quis saber. Já me fui embora inúmeras vezes e ninguém me chamou de volta.”
“Mas tu sempre foste um solitário. Talvez não percebas o valor de uma família. A minha não é assim, tá bem? Nunca me abandonaria! E eu não sou capaz de o fazer. A minha família sempre fez e faria tudo por mim."
“Mas só eu te dou amor. Só eu sei fazer o quê e como tu gostas, não é verdade, minha coisita fofa?”
“Pára lá com isso… não mexas aí… ui… OK! O que tens em mente?”
“Hoje, pela meia-noite , venho buscar-te e…”

Na manhã seguinte, a menina foi até a porta de casa e gritou pela sua cadelita. Insistiu muitas vezes naquele dia e nos seguintes sem nunca obter resposta.
A menina, a sofrer, chorou durante muito tempo até ouvir a bonita história da pequena caniche que foi seduzida por um rafeiro e que se foi embora por amor... coisas de pai para apaziguar coraçõeszitos inocentes.


13 comentários :

Sahaisis disse...

lindo...:P
tonta da cadela...

soninha disse...

Muito show!abçs

Cirrus disse...

Só um reparo: "Vamos fugir" e metes essa música aí???

Catsone disse...

Sahaisis, pode ser uma cadela, pode ser que não...

Soninha, obrigado.

Cirrus, porquê? Não fica bem?

Natália Augusto disse...

Que história fofa e surpreendente! Adorei!

Eduardina disse...

Há rafeiros que não conseguem "saltar", porque as suas musas usam mesmo cuecas...Mas estas certamente também não dão confiança a rafeiros...É rudo com consulta marcada...Gostei muitodo seu texto.

Briseis disse...

A-ha-ha!!! Gosto... fez lembrar "A Dama e o Vagabundo"! =) Se bem que, devo dizer, a parte do "se ao menos as usasses" (as cuecas) me deixou logo de pulga atrás da orelha...
Mas está genial, como sempre!

pinguim disse...

Muito interessante a analogia...

Catsone disse...

Natália, obrigado.

Eduardina, gosto muito das que desprezam os rafeiros. Acho que algumas meninas gostam dos maus-da-dita e cafajestes; sei lá, uma espécie de atracção pelo "perigo".

Briseis, por acaso, quando terminei o texto, pensei no mesmo filme, mas não foi minha intenção.

Pinguim, tks, friend!

Mz disse...

Cabia bem na vida real de qualquer casal apaixonado, afinal surpresa, são canitos!!!


Bjnhs

Sandra disse...

LINDA MÚSICA. BELA PARTICIPAÇÃO.

meu blog.
Interação de Amigos.
Link.
http://sandrarandrade7.blogspot.com/2011/08/coletiva-fugir.html

El Matador disse...

ehehe, os cães é que a sabem toda

Sara non c'e disse...

A Dama e o Vagabundo? :)