21 março 2011

O pão nosso de cada dia

Falem o que quiserem, argumentem como entenderem, mas, com a verdade vos digo: não existe especialidade médica mais difícil que a Medicina Geral e Familiar.
Vou dar como exemplo uma anedota, da qual gosto muito (e talvez muitos já conheçam), que reflecte o meu dia-a-dia no Centro de Saúde:

"Jesus Cristo, ao ver no que o mundo se tornara, resolve encarnar novamente. Pondera muito o local e a profissão que desta feita escolheria e, depois de estudar minuciosamente todas as alternativas, decide-se por voltar à terra sob a forma de Médico de Família em Portugal.
Escolhe, para início da nova empreitada, um Centro de Saúde com algumas condições, num distrito qualquer do território nacional, indo tomar, como seu, um ficheiro de utentes há muito sem clínico atribuído.

Jesus chama, então, o seu primeiro utente: o Sr. Manuel, um utente paralítico, sequelas de um acidente de viação.
Jesus cumprimenta o doente e, ao vê-lo naquele estado, coloca a palma da sua mão na testa do homem e diz:
"Levanta-te e anda!"
O Sr. Manuel levantou-se, agradeceu e caminhou porta fora.

À saída, um seu amigo, Sr. Joaquim, pergunta-lhe:
"Atão, Manel, como é o médico novo?"
"Ópa, sempre a mesma merda, nem a tensão o gajo me mediu, vê lá!"



E é isso, é difícil... mas, por enquanto, continua a dar um gozo do caraças!

7 comentários :

Sahaisis disse...

:D
é uma vida dura. Tem o meu respeito ;)

Lala disse...

ahahah! eu entendo-te bem... tenho uma avó que é como o "Sr. Manel"! Credo... :o)

El Matador disse...

É mesmo assim. O pessoal queixa-se do médico quando não faz nada, e depois queixa-se quando têm que tomar muita medicação.

atascadotijoao disse...

O que deu ao gajo para curar o Manuel tão rapidamente ? Atão ele até gostava de ir para a fila de espera ...
Abraço :)

Catsone disse...

Sahaisis, obrigadinho :D

Lala, todos temos desses na família alargada...

Matador, é preso por ter cão e preso por não ter.

João, tem a mania que o Salvador :D

MA-S disse...

Por mais que explique o mesmo à minha mãe, ela não entende como é que vai a queixar-se, por ex., de uma dor na ponta da unha do pé e vem de lá a mandar vir que nem a auscultaram.

é fdd...=s

pinguim disse...

Eu tenho a melhor médica de família que me podia ter calhado. "Chata" até mais não, com análises, ecografias e mais isto ou aquilo; mas é uma pessoa espectacular, e além do mais...já é uma Amiga!