17 abril 2014

Crónica de uma morte anunciada

Há 4 anos escrevi o texto que se segue para desabafar. Andava eu triste e revoltado com o comportamento dos jogadores do FCP após uma derrota contra o nosso maior rival. Naquela altura não suportei o facto de jogadores com a camisa do Porto andarem a distribuir pontapés nos colegas de profissão para esconderem a incapacidade de dar a volta a um resultado.
Daí para cá já fomos tricampeões nacionais, campeões da Taça de Portugal, da Supertaça e da Liga Europa. 

Hoje faço um "re-post" daquele texto. No entanto, penso que a derrota de ontem foi mais perversa. Foi o culminar da época mais medíocre de que tenho memória e desde que há 20 anos me apaixonei pelo clube da Invicta. 
O problema não é perder para o benfica. O problema reside na incompetência, na ausência de ideias, na confusão reinante e, principalmente, no "baixar dos braços". Não ponho em causa todo o mérito do adversário, para além de injusto seria uma grande estupidez, mas não posso tolerar que se entregue os pontos daquela maneira; no FCP luta-se sempre (vide o campeonato passado)!
Fico a imaginar a quantidade de miúdos portistas que dariam tudo pelo sonho de alguma vez poderem representar o clube num jogo oficial e andam aqueles carcamanos a fazer figuras de parvo com o emblema do FCP ao peito!!! 

Espero que este post, tal como o anterior, preceda uma nova era de glória. Se for como há 4 anos, não me importo de escrever isto novamente em 2018.

Crónica de uma morte anunciada 

"O meu FCP está moribundo; procura uma nova toca onde se possa enfiar e curar as suas profundas feridas. Ontem foi atacado na sua integridade física por uma águia sem escrúpulos que se aproveitou (e bem) das fragilidades do réptil alado cuspidor de fogo.
O FCP está doente. Nele residem fungos e bactérias multi-resistentes que o vão corroendo por dentro. Esses bichos controlam a instituição e fazem com que pareça, e se comporte, com o que não é. Não há veneno, medicamento e justiça que os destrua.
O meu FCP está descaracterizado. Não tem Baías, Pintos, Gomes e Costas para o defender. Tem representantes medíocres, violentos, trapaceiros e ensandecidos que tentam vencer a todo o custo. Envergonham o clube e não são dignos da camisa azul e branca que envergam... para não falar da braçadeira de capitão.
Tenho saudades daqueles que davam tudo em campo, que não se cansavam, que vibravam com as vitórias, que detestavam e não se conformavam com as derrotas, que tinham brio, eram ilustres e nobres; tenho saudades de jogadores a Futebol Clube do Porto: Homens de garra e glória.
Os que lá estão deixaram-se matar. Ajoelharam-se perante o maior inimigo, envergonharam os que sofrem pelo FCP; são fracos, pequenos e sem carácter; não servem para o clube, não suportam o peso do emblema e dos mais de 100 anos de história da instituição.
Não vou dar os parabéns ao adversário. Não me levem a mal os amigos benfiquistas que por aqui passam, mas ponham-se no meu lugar: perder para o rival? Não é fácil... e sem dar o mínimo de luta...Ontem foi mais uma batalha perdida, mas é normal perder para um grande adversário e o que entristece é saber que este FCP já perdeu a batalha contra si mesmo.

Que se encontre cura para as nossas maleitas e que possamos enfrentar os demais com a força de outrora."

Suspiro...

15 comentários:

Sahaisis disse...

o jesualdo vai marchar...
olha, à nurse deu-lhe para escrever, se tiveres tempo para ler: http://sahaisisnohospital.blogspot.com/2010/03/sebastiao.html
http://sahaisisnohospital.blogspot.com/2010/03/e-tao-dificil-voltar.html
aguarda-se critica de quem percebe mais do assunto..

Cirrus disse...

Apraz-me, não a derrota do FC Porto, porque essa era inevitável, mas sim haver um portista enfim que não defende aquilo que ontem se viu. Podemos não gostar dos nossos adversários, podemos não gostar de derrotas, mas há que vendê-las caras e com elevação. Tudo aquilo que o teu clube, desculpa-me dizê-lo assim, não é.

Catsone disse...

Sahaisis, o Jesualdo está a cumprir calendário. Prometo-te que vou espreitar as tuas obras mas dá-me um tempo que tenho de recuperar de um congresso ;)

Cirrus, eu sempre fui um fulano que gosta do futebol acima de tudo. Amo o FCP mas não posso deixar de censurar o comportamento de quem gere e joga pelo clube. O que o B. Alves fez ontem não é digno do passado de vitórias dos Dragões e só posso estar revoltado.
Não posso concordar contigo, no entanto, quando dizes que o clube não é elevado; o meu FCP tem mais de 100 anos de história e não pode ser confundido com os que lá estão agora. Era o mesmo que confundir o Vale Azevedo com o SLB e isso não é justo.
Abraço.

Gravepisser disse...

É por existirem adeptos como tu, que me custa sempre imenso falar mal do FCP, e raramente o faço... O Fair-Play é lindo, e recomenda-se, em doses elevadas.
Infelizmente, nem todos são assim, e existem pessoas que levam o fanatismo a extremos que não se aceitam, de modo algum.
O Bruno Alves é um bom central (nada de especial, mas é o melhor que lá têm), mas não tem carácter para desportista. Pode ser-se um "bad boy" e jogar futebol decentemente (um seu antecessor, por exemplo, Jorge Costa, é um bom exemplo disso), mas ele, definitivamente, expôs-se a um ridículo que em nada o dignificou, nem a ele, nem ao clube do qual, por acaso, é capitão...
Mas não foi o único, nos pouco mais de 10 minutos de jogo que vi, o Raul Meireles também devia ter sido expulso, mas pronto. Adiante...
A(s) claque(s) do FCP são uma vergonha. Esses tais de super dragões deveriam ser ilegalizados, e impedidos de entrar em estádios de futebol, no mínimo. Nada justifica o que fizeram... E eu só estou a referir-me ao jogo de ontem (senão tinha que escrever pela noite dentro...)...

Mas, melhores dias virão. É a lei natural das coisas... O benfica adormeceu durante 10 anos, o porto dominou, e agora voltam a inverter-se os papéis... Depois será a vez dos outros, também, e é assim que o futebol (português) é bonito, e vai mantendo algum do (pouco) interesse que ainda lhe resta. :)

Abraço

Cirrus disse...

Mas tu conheceste outros que lá tenham estado?

pinguim disse...

Catso
sempre separei as águas, no que respeita ao meu "ódio de estimação" ao FCP; quer em relação à cidade e aos seus habitantes, entre os quais tenho bons amigos, quer em relação a alguns adeptos que não são fanáticos e sabem ver quando as coisas não estão bem; está, felizmente nesse grupo e isso muito me apraz.
O que me custa ver é a fé cega da grande maioria dos adeptos do FCP no senhor Pinto da Costa, que como qualquer ser humano normal, quando está demasiado tempo num certo posto, começa a apodrecer. E as suas "tácticas" são completamente mais cumpridas do que qualquer táctica de profissionais desportivos; hoje, como bem dizes, ser jogador do FCP é envergonhar o clube (claro que há excepções), e o Jesualdo não podeser o culpado de tudo.
O grande responsável é Pinto da Costa e não vai demorar muito que os adeptos portistas abram os olhos em relação a isso.
Um jogador como Bruno Alves, para mim, nunca devia ser jogador de futebol, e não me refiro ao que aconteceu no domingo: é vê-lo em todos os jogos - é um homem enraivecido!. Não é digno de ser capitão e isso é uma ofensa aos próprios companheiros...
Mas isso já sou eu a divagar.
Abraço.

Catsone disse...

Grave, existem muitos adeptos como eu em todos os clubes. O problema é que os adeptos patetas e cegos são os que têm mais tempo de antena e formata-se uma ideia errada do que é ser portista, benfiquista, sportinguista, etc, etc.
O B. Alves é um excelente central, mas não parece (não o conheço pessoalmente) ser boa pessoa. Também existe muito boas pessoas que se transformam por trás do volante.
Quanto às claques, lembra da história do very-light, do autocarro do porto queimado na luz, das pedras de alvalade, etc, etc. Não há claques organizadas que sejam santas, daí concordar contigo quanto à SD mas alertar (com se já não soubesses) quanto às outras.
E pró ano vamos dar mais luta... ou talvez não.
Abraço

Cirrus, não entendi, outros do SLB? Tens o Damásio, por exemplo, que fez um comentário ridículo nas últimas eleições. No SCP, tiveste o Sousa Cintra, no Boavista tiveste o Valentão, no guimarães o Pimenta Machado, no Leiria (ainda está) o Bartolomeu, etc, etc...

Pinguim, não é apenas o PC. Acho que o homem alcançou grandes feitos pelo FCP, mas a sua época deverá ter terminado.
O B. Alves é um bom jogador, mas como disse mais acima transforma-se em "algo" dentro do campo e não é em garra portista.
Abraço.

Cirrus disse...

Cat, no Porto, conheces outra direcção? Eu ainda conheci, já me interessava por futebol e no Porto havia outra direcção... Estares a queixar-te de uma direcção que está lá há 30 anos... Não é um pouco tarde?

Catsone disse...

Eu só sou portista há 15 anos :P
E já me queixo há algum tempo, o problema é que as queixas vão sendo escondidas pelos títulos fazendo com que a contestação seja abafada.
Mas viste os exemplos que dei, não há clube onde não passou (e passará) uma direcção sem escrúpulos.

Sahaisis disse...

thanks for your kind words...e não não era de brochada que eu que eu estava a falar e o catano (em relação ao ******)..p.s: brochada é termo do machedo com quem trabalho, pois claro...

Paula disse...

tenho uma teoria para isto... que em breve vou escrever no meu blog novamente activo :)

Demian disse...

Boa! Reli o comentário que fiz há 4 anos e pouco muda... À excepção do facto de esta equipa ser muito pior, individual e colectivamente, do que a de há 4 anos (na minha opinião).

Foi-se embora o B. Alves, veio o ciganito, que consegue ser ainda pior a nível disciplinar (e a nível técnico está completamente acabado para o futebol, é um elemento a menos na equipa, a meu ver). Tem lá jogadores medíocres que não seriam titulares no olhanense (Danilo, que raio é aquilo? O homem é mau demais).

Quanto ao futuro... Duvido seriamente que o Pinto ainda tenha capacidades para dar a volta à situação, está muito velho, desgastado, doente, uma sombra de si próprio. Acho que o porto precisava de fazer uma sangria completa e começar de novo, para poder voltar a ter uma equipa capaz, de nível europeu, como os adeptos merecem. ;)

Abraço

Pulha Garcia disse...

(entrar na caixa de comentários e encontrar amigos como a Sahaisis e o Cirrus ... um abraço aos dois)

Pois Catso,

tu és bom gajo e tens ética. No teu clube nem todos são assim. Sejamos ainda mais claros, há dirigentes que têm intencionalmente prejudicado o clube para se enriquecerem. Vende-se o que há de melhor e substitui-se por jogadores de baixa qualidade. Moutinho não foi devidamente substituído, tal como não foi Lucho, James, etc. A culpa do resultado de ontem, a meu ver, não está apenas na falta de entrega, está em casa. Os resultados estão à vista e com a agravante de até o Sporting neste momento estar à vossa frente. Fora isso, em desporto ninguém está sempre a ganhar. E a bola não é mais importante do que aqueles que amamos.

Forte abraço desportivo e uma boa páscoa lá para casa.

João Roque disse...

É curioso ler o que escrevi já há tanto tempo, ainda como Pinguim...
e uma coisa que salta à vista é que havia comentários, coisa que agora rareia na blogosfera séria. Há para aí uns bloguesitos que escrevem "para os freguses" e vão-nos tendo.
Quanto à matéria em causa, sabes bem que se alguma coisa nos divide é o futebol, mas que tudo fosse isso e era bom e penso que no essencial, de resto vamos estando de acordo.
O P.da Costa está perfeitamente senil e num clube completamente nas mãos de um presidente como tem sido o teu, isso tem que se reflectir, obrigatoriamente. E ele não vai sair por vontade própria, pelo que as perspectivas futuras não são boas, a não ser que haja por aí um "golpe de estado"...

Catsone disse...

Amigos benfiquistas, não vos replico hoje, afinal o vosso clube foi campeão. Dedico-vos uns parabéns e aproveitem pq espero que o meu dragão se reerga na próxima época ;)