23 dezembro 2008

Insónia

O fulano com insónias é um zombie.
Quem tem insónias é um paradoxo vivo: não tem sono suficiente para adorme
cer, nem está suficientemente vígil para permanecer acordado. É como estar num fio tentando equilibrar-se, qualquer desvio nos mantém acesos.
Eu sou o oposto do narcoléptico. Não durmo. Eu não adormeço em 5 minutos, nem caio na cama e vou-me, imediatamente, instantaneamente, para o mundo monocromático dos sonhos.
Eu estou sempre alerta e só adormeço após insistentes bocejos, programas tremendamente maçadores, algumas páginas de estudo e, por vezes, doses de determinadas substâncias.
E tudo o que passo durante a noite reflecte-se durante o dia. Se estivesse
constantemente com os braços estendidos a 90º, seria um remake de um filme de terror série B.
"Ouve lá, tás c'uma cara! Dass." diz alguém para animar.
Perco-me no meio das conversas e balbucio um disparate em troca de uma pergunta qualquer.
"Estão, tás bom?" o mesmo animador.
"É".

"?".
Se alguém diz que há uma cama vaga no serviço eu grito: "é minha,carago!" e a máquina de café passa a ser a minha maior aliada.
Há quem lute pela vida, pelos ideais, por desporto, porque é um FDP e gosta de bater em todos, eu luto para dormir.
Meus lençóis estão por todo lado, desde que "todo o lado" signifique alguns metr
os de distância. A tentativa de adormecer parece uma dança (ou será um convulsão tónico-clónica?). Volto-me milhares de vezes: esquerda volver! E depois para a direita; sou uma espécie de cão a calcar o colchão antes de deitar.
E quando, após horas de combate, vem um pequeno período de sono não-REM, mas que agoura algo de bom, meus vizinhos acordam porque já são 7 da
manhã e estão felizes por terem tido uma boa noite de sono. Perpetuam, portanto, o ciclo.
Viva o Estazolam!!!

Sim, sim, claro...

5 comentários:

Rain disse...

Eu também durmo mal... demoro horas a adormecer e chego a não adormecer e a passear pelo quarto. Já perguntei ao meu irmão como é que ele faz para cair logo para o lado, mas ele diz que não pensa em nada. Eu penso em tudo! Mas isso também não depende das pessoas que precisam de menos sono? É que, apesar de tudo, não me sinto zombie... sinto só que o raciocínio não está lá muito rápido! lol

Boa sorte com a falta de efeitos secundários! E podes sempre pedir um desejo de Natal ;)

Catsone disse...

Acho que será um problema dos génios como nós!LLLOOOOOOOLLLLL
Por acaso esse também é o meu problema: pensar e pensar quando, naquele momento, não posso resolver nada!!!
Eu me sinto zombie e o raciocínio não é, definitivamente, o mesmo. Ainda acabo distribuindo clísteres a todos os doentes quando não é suposto...

Rain disse...

Errar é humano, clisteres é que... hum... não é nada natalício, sabes? lol

FLMota disse...

Já estou a ver que então essa cena pode ter fundo hereditário... pra dormir uma noite descansada, é preciso meter um requerimento!

anouc disse...

Ás vezes só tenho vontade de marrar com a cabeça na parede até ficar inconsciente. -.-'