07 janeiro 2012

Electromedicina


O televisor, Mr. Sony, estava esquisito, não se sentia bem; andava chateado e incomodado
Decidiu ir ao electrodoutor.
Chegou ao consultório e começou a falar sobre os seus problemas.
O electrodoutor era um computador experiente, Dr. Norton. Iniciou na lide da electromedicina ainda usava-se o windows 3.1 e o intel 486 era o "must".
O televisor começou a dissertar sobre os seus problemas. Dizia ele que sentia prurido nas partes, principalmente aos fins-de-semana e quando frequentava canais/programas noticiosos de fama duvidosa.
O Dr. Norton, desconfiado do que poderia ser, chamou um colega patologista para uma observação mais aprofundada. Pediu ao doente que se deitasse na marquesa e aguardasse.

O Dr. Zeiss, da especialidade de microscopia, veio em auxílio do Dr. Norton e começou a examinar o doente. O televisor era um espécimen bem dotado (40'') e o Dr. Zeiss teve alguma dificuldade em examinar o aparelho todo. De repente, resmungou um "Hum" e chamou o Dr. Norton.
"-Vês? O problema está aqui."

O Dr. Norton chamou o televisor ao seu gabinete e começou a explicar a situação:
"- Sabe, tenho aqui umas imagens tiradas pelo Dr. Zeiss ao seu queixume. Parece que essa sua promiscuidade trouxe-lhe um pequeno problema, fácil de tratar mas incomodativo qb"
E o Dr. Norton começou a mostrar as imagens.




"- Desculpe-me, Mr. Sony, mas o senhor tem um infestação de chatos. Medico-o com uma dose elevada de "mute" ou, se não for possível, camisinhas "zapping"..."

11 comentários:

pinguim disse...

Adorei...mas há muitos mais, tu só citaste os comentadores políticos e mesmo assim faltou aí um ou outro, por exemplo aquele "super chato" do Medina Carreira...

El Matador disse...

ahaha. Foi por estes e por outros que eu joguei a minha fora.Muito bom, Catsoman.

caminhante disse...

Isto está que não se aguenta :/

Randomize disse...

Muito bom!
Novo alento para ir trabalhar daqui a pouco!

E quanto ao "super chato", bicho resistente...o que diz o sr. Dr?

Pseudo disse...

É por causa destes chatos deprimentes que me limito a ver CSIs e afins.

Catsone disse...

Pinguim, pois, nem fui para os idiotas que comentam futebol, por exemplo; esses eram alvos fáceis. O Medina é um deus, esse não me importo de ouvir... é melhor que óxido nitroso: faz-me rir à brava!

Matador, não jogues tv's fora, se quiseres dou-te o meu endereço :D

Caminhante, e ainda vamos na descida...

Randomize, ao super-chato resistente desta categoria? Talvez uma marreta ;)

Pseudo, muito melhor qualidade de ficção :d

Briseis disse...

Baaaaaaahhhh!!! Isto é muito boooom...loool ...mesmo gostando eu de ouvir o prof. Marcelo e, ocasionalmente, o MST... =)

Catsone disse...

Briseis, já não suporto "opinion makers" que pouco ou nada fazem (ou fizeram) para que o país "vá para a frente".

Johnny disse...

Catsone, lancei um desafio de escolheres 5 músicas do ano que passou. A ver se participas.


A ver também se venho aqui ler três posts que tenho em atraso...

Demogorgon disse...

Friend, deste cabo de uma porrada de fungos, com uma só aplicação de clotrimazol!!! Genérico, ainda por cima, que é tempo de apertar a camisinha, err... O cinto... x)

Abraço

Catsone disse...

Dermo, nem sabes o aperto do cinto que somos obrigados a fazer no dia-a-dia do trabalho. Andam os gajos a puxar as orelhas se se receitam coisas caras...