06 novembro 2005

Manifesto de Manuel Alegre

A seguir o manifesto poetizado de Manuel Alegre:

"Oh, linda Presidência,
Lugar tão arduamente desejado,
Em Janeiro, esta Excelência
Espera ter o cu aí sentado

Oh, Palácio de Belém, tão belo,
Emblema épico da nação,
Escuta agora meu apelo:
Faça-me ganhar a eleição.

Oh, Presidência, minha esperança vã
Luto eu com o Cavaco
Soares, Jerónimo e Louça,
O grupo dos 4 mentecaptos

Oh Presidência, minha eterna paixão,
Minha mais doce utopia
Se em Janeiro não ganhar a eleição,
Então, que se foda a democracia!!!"

Alegre! Alegre!

1 comentário :

Balhau disse...

Lindo...