01 outubro 2005

Tiro ao alvo

Notícia do jornal "Público"
"Governo estuda uso de pulseira electrónica em casos de violência doméstica

O Governo está a estudar a hipótese de usar pulseiras electrónicas em situações de violência doméstica para impedir que o agressor se aproxime da vítima, anunciou hoje o secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, Jorge Lacão."

Já que o agressor não pode se aproximar da vítima, nas próximas olimpíadas vamos ter grandes atletas masculinos nas modalidades de tiro ao alvo!

1 comentário :

Rain disse...

E o lançamento da pulseira, não?.. Ou talvez uns números de magia à Luís de Matos: partir a pulseira em minúsculos pedacinhos.

Curiosidade: para isto funcionar, a vítima também vai ter que parecer uma fora-da-lei e usar a pulseira, certo?